A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Junho de 2018

10/04/2017 18:04

Federação planeja eventos para levar campo-grandenses ao autódromo

Amanda Bogo
Pista do Autódromo de Campo Grande (Foto: André Bittar)Pista do Autódromo de Campo Grande (Foto: André Bittar)

Entre eventos de passeio e para evitar os "rachões" nas ruas da cidade, o calendário de eventos automobilísticos regionais da FAMS (Federação de Automobilismo de Mato Grosso do Sul) está sendo formado. Além das competições oficiais, a proposta é levar os campo-grandenses para o Autódromo Internacional Orlando Moura, localizado na BR-262.

Conforme o presidente da FAMS, Wagner Coin, a ideia é levar a população para a praça esportiva. Um dos eventos em fase de organização é o Truck Days, onde cada participante leva seu veículo e passa por um curso para andar na pista. “Também vamos organizar os rachões para tentar tirar a garotada que corre na rua”, afirmou.

Coin afirma que, mesmo com o espaço e eventos, falta o interesse do Campo Grandense em frequentar eventos automobilísticos. “O pessoal primeiro diz que é muito longe, só que grande parte dos autódromos do país são construídos em áreas distantes. Com a nova gestão da Funesp, vamos começar a levar mais gente e fazendo mais eventos. É isso que precisa, pois temos eventos esporádicos e é muito difícil levar o público”, finalizou.

Nacional - Coin contou que as conversas para trazer provas da Fórmula Vee Brazil e da Fórmula Truck estão adiantadas, porém não há uma data precisa para que isso ocorra. Caso uma pista que faz parte do calendário da corrida de caminhões não esteja dentro dos padrões, o Autódromo de Campo Grande poderá ser utilizado.

"Estamos tentando trazer a Fórmula VEE porque além da prova eles ministram cursos de pilotagem. Além da Truck, teremos esse ano a corrida do brasileiro de turismo e carros de passeio. Está agendado, mas aguardamos a confirmação. Envolve muitas coisas, uma delas é que o autódromo não tem arquibancadas”, revelou.

Conforme Coin, realizar um evento regional não custa menos de R$ 12 mil, enquanto o valor para provas nacionais sobe para R$ 50 mil. “Tem todo um trâmite com as licenças necessárias. Tem todo uma preparação e a Federação não pode colocar carros para correr sem que tenha toda a estrutura técnica para poder usar e isso tem um custo alto”.

Avaliação -  “É um autódromo que tem um desempenho desafiador, muito técnico, e grandes pilotos gostam. Tem boas áreas de escape. Faltam pequenos detalhes que podem ser corrigidos facilmente e estamos em busca disso”, avaliou Coin sobre a praça esportiva.

Área dos box (Foto: André Bittar)Área dos box (Foto: André Bittar)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions