ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 

Esportes

Futebol feminino emplaca audiência

Por Amanda Santos | 31/03/2021 10:45

O futebol é considerado na maioria dos países um esporte predominante para os homens. No entanto, vamos comentar a seguir sobre um país onde o futebol é considerado “coisa de mulher”. Estamos falando dos Estados Unidos, país onde predomina o basquete, futebol americano e beisebol, o futebol tradicional é considerado esporte para mulher.

A seleção norte-americana confirmou sua boa campanha durante a primeira fase da copa do mundo de futebol feminino de 2019. Todavia, se em campo as norte-americanas superaram suas expectativa, fora de campo, a equipe vinha sofrendo com o mesmo problema da maioria das equipes de futebol feminino: a falta de engajamento pela parte do público.

A situação da Maior equipe campeã da Copa do Mundo Feminina é bem diferente das demais seleções. Elas possuem uma estrutura de ponta se comparada com as demais, também não possuem  um preconceito cultural no futebol, como é o caso de alguns países, a exemplo do Brasil.

Na Copa do Mundo de 2019 elas conseguiram emplacar uma audiência alta. Segundo a detentora dos direitos do torneio nos EUA, a Fox Sports, a audiência foi superior a final da copa do Mundo de 2018 que aconteceu na Rússia. A final entre a seleção norte-americana e a Holanda atingiu o pico de 20 Milhões de telespectadores e superou a marca anterior da partida de futebol mais assistida.

Estes números é cerca de 20% superior ao alcançado na final da copa do mundo de 2018, na Rússia, onde a seleção masculina alcançou 11,3 Milhões de telespectadores, enquanto a decisão feminina alcançou 14,3 milhões de pessoas.

No que diz respeito ao âmbito Mundial podemos destacar que a final entre Estados Unidos e Holanda Foi a partida mais vista na história da copa do Mundo feminina. Sua audiência média foi de 82,18 milhões, um aumento excelente de 56% (52,56 milhões) em relação a sua edição anterior que aconteceu em 2015.  Em sua totalidade foram cerca de 263,62 milhões de pessoas que foram alcançadas com a cobertura da final, o que representa cerca de 22,9% do total de pessoas que conseguiram assistir a competição.

Em uma recente entrevista ao blog da Betway, casa de aposta online , feita em comemoração ao dia internacional da Mulher, as jogadoras do Real Betis Féminas contam suas conclusões e esperanças com o futebol feminino.   Elas compartilham o desejo de que:  “a liga Primera Iberdrola continue crescendo como nos últimos anos, que seja possível encher mais estádios, que todas integrantes da liga possam se profissionalizar e que haja uma maior igualdade com o futebol masculino”.

Portanto, podemos perceber que algumas mudanças no futebol feminino já estão ocorrendo, como é o caso do aumento do número de telespectadores, são mudanças de forma lenta e feita de maneira gradativa. Mesmo assim são evoluções importante para as jogadoras  de Futebol Feminino.





Nos siga no Google Notícias