A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019

14/09/2019 13:53

Na Capital, ex-jogadores pedem critério na hora de "garimpar" talentos

Ex-atletas estiveram na cidade para lançar a escolinha de futebol do Corinthians, neste sábado (14)

Leonardo Rocha
Ex-jogadores do Corinthians, Biro-Biro e Wladimir, em Campo Grande (Foto: Leonardo Rocha)Ex-jogadores do Corinthians, Biro-Biro e Wladimir, em Campo Grande (Foto: Leonardo Rocha)

Os ex-jogadores do Corinthians, Biro-Biro e Wladimir, que participam de evento hoje (14), em Campo Grande, disseram que os clubes de futebol precisam ter mais critérios na hora de “garimpar” novos talentos, até para surgir grandes nomes ao futebol brasileiro. Também pediram mais atenção com garotos da periferia.

“Os clubes precisam ter critério e prioridade para descobrir novos talentos, desta forma o Brasil pode continuar a ter uma boa safra de jogadores, dando valor a capacidade do atleta e não para indicação de empresários”, disse o ex-lateral-esquerdo Wladimir, que esteve na Capital, para lançar a nova escolinha do Corinthians, em parceria com a Funlec.

Mesmo pensamento do ex-volante Biro-Biro, que espera que os clubes tenham uma “atenção especial” para periferia, onde sempre surgiram bons jogadores. “Muitas vezes estes meninos não têm oportunidade de mostrar o seu valor, dificuldade para aparecer”, disse ele ao Campo Grande News.

Escolinha – Os dois jogadores que fizeram história no Corinthians, reconheceram que hoje os futuros atletas de futebol são formados nas escolinhas, com estrutura adequada e supervisão, diferente do passado que este início era no futebol de rua, campeonatos locais e até em “peneiras” para entrar nos clubes.

“Algumas (escolas) possuem campos sintéticos e outros até naturais, o que melhora a qualidade no aprendizado, mas os garotos precisam se adequar quando vão para o campo oficial, antes passavam pelo terrão”, observou Biro-Biro.

Já Wladimir citou que os próprios clubes fazem parcerias com as escolinhas, para facilitar o envio dos jogadores para as categorias de base. “Existe esta boa sintonia, que não era tão constante no passado”.

Capital – Os ext-atletas lançaram hoje (14) a Escola de Futebol de base do Corinthians, em parceria com a Funlec, que vai buscar uma integração entre futebol e formação das crianças e adolescentes como cidadãos. Ela vai começar a funcionar a partir do dia 01 de outubro, para meninos e meninas de sete categorias, da sub-5 até a sub-17.

Ela vai funcionar no Cedesc (Centro de desenvolvimento Social e Cultural) da Funlec, que fica no Jardim Veraneio, em Campo Grande. Os interessados em matricular seus filhos devem buscar as informações junto à direção da unidade.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions