A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

09/05/2017 17:41

Objetivo é chegar na Série C, afirma dirigente na apresentação do Comercial

Paulo Nonato de Souza
Cerimônia de apresentação dos reforços do Comercial, comandada pelo diretor de futebol Paulo Telles (Foto: Paulo Nonato de Souza)Cerimônia de apresentação dos reforços do Comercial, comandada pelo diretor de futebol Paulo Telles (Foto: Paulo Nonato de Souza)

O Comercial não parou os trabalhos desde a eliminação no Campeonato Estadual com a derrota de 3 a 2 para o Sete de Setembro, de Dourados, em pleno Estádio Morenão, dia 9 de abril, mas só nesta terça-feira, exatamente um mês depois, o clube apresentou o elenco para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro 2017. A estreia será no dia 21 deste mês, contra o Sinop, de Mato Grosso, em Campo Grande.

“Com todo respeito ao Campeonato Estadual, mas desde o início do ano o nosso objetivo sempre foi o acesso para a Série C do Campeonato Brasileiro de 2018. Fizemos o nosso planejamento em cima disso e estamos trabalhando focados na meta de subir de visão no futebol brasileiro”, disse o diretor de futebol comercialino, Paulo Telles, ao abrir a apresentação do elenco formado para a competição nacional.

São 17 caras novas e mais três, ainda mantidas em sigilo, serão anunciadas na próxima sexta-feira. Do elenco do Estadual, além do treinador Walter Ferreira, apenas seis jogadores foram mantidos: o goleiro Jefferson, o lateral-esquerdo Murilo, os volantes Lenon e Quirino, o meia Rodrigo Ost e os atacantes Erik e Luís Ricardo. 

Nesta terça-feira, o Comercial apresentou 14 dos 17 jogadores já contratados para a disputa da Série D (Foto: Paulo Nonato de Souza)Nesta terça-feira, o Comercial apresentou 14 dos 17 jogadores já contratados para a disputa da Série D (Foto: Paulo Nonato de Souza)

“No Estadual trabalhamos com uma folha salarial em torno de R$ 60 mil e para a Série D do Brasileiro definimos o limite de R$ 150 mil. Isso é mais do que o dobro do investimento e já estamos chegando nesse limite”, comentou Telles.

Segundo ele, mesmo sem o poder financeiro de equipes de estados como Goiás e Mato Grosso, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e de alguns estados do Norte e Nordeste, onde avalia que há grandes investimentos privados, o Comercial irá brigar por uma das quatro vagas de acesso.

“Não temos em Mato Grosso do Sul grandes indústrias farmacêuticas como tem Goiás, nem temos o agronegócio disposto a participar como lá no Mato Grosso. Por exemplo, a folha salarial do Sinop, que é nosso adversário na primeira fase, é de R$ 400 mil”, disse o dirigente comercialino. “Aqui a nossa maior indústria é o poder público, e se não vem apoio do poder público os clubes ficam sozinhos. Fomos buscar os nossos reforços na Série A2 do futebol paulista. Infelizmente não temos orçamento para contratar jogadores da Série A1”, ressaltou.

Dos 17 jogadores contratados para a Série D do Brasileiro, três já haviam sido apresentados no início do mês e por isso foram dispensados do evento desta terça-feira: Saloma, Guilherme e Kasado. Até o preparador física é novidade. O clube contratou o ex-zagueiro Quirino Mariz, o Fininho, para fazer dupla com Walter Ferreira na comissão técnica.

Os outros 14 jogadores foram anunciados um a um pelo diretor de futebol do clube, inclusive com um currículo resumido de cada: Guilherme Teixeira (goleiro, 32 anos), Renan Mateus (goleiro, 22 anos), Pirulito (zagueiro, 27 anos), Xandão (zagueiro, 28 anos), Andrezão (zagueiro, 31 anos), Jaime (zagueiro, 31 anos), Viana (lateral-esquerdo, 21 anos), Miza Almeida (lateral-direito, 25 anos), Pará (meia-atacante, 22 anos), Araújo (meia-atacante, 23 anos), Kayo Dias (27 anos), Bruno Nunes (atacante,27 anos), Adriano (volante, 29 anos) e Nathan (atacante, 25 anos).

Na entrevista coletiva só se falou no acesso para a Série C de 2018. "Temos pela frente uma grande responsabilidade que é o acesso do Comercial e vamos em busca desse objetivo", disse o atacante Bruno Nunes. "Reconhecimento só vem com vitórias e podem ter certeza de que o Comercial terá um time guerreiro em campo para conseguir ficar entre os quatro finalistas e se garantir na Série C", declarou Nathan, também atacante.

Com 68 equipes participantes, são 17 grupos de quatro equipes cada. Avançam para a Segunda Fase os primeiros de cada grupo e os 15 melhores segundos colocados, em soma de 32 clubes. A partir da Segunda Fase, a competição será disputada em sistema de mata-mata com mais cinco fases até a definição do título. Quatro equipes subirão para a Série C do ano que vem.

Confira os jogos do Comercial na primeira fase da Série D do Brasileiro:

21/05/

Comercial x Sinop (MT) – 17h

Dia 27/05

Anápolis x Comercial – 16h

Dia 04/06

Comercial x Ceilândia – 17h

Dia10/06

Ceilândia x Comercial – 16h

18/06

Comercial x Anápolis – 17h

Dia 25/06

Sinop x Comercial – 18h



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions