A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

12/10/2014 11:46

Organização de prova atribui morte a fatalidade e diz que está apoiando família

Priscilla Peres
Participante sofreu a parada cardíaca e desmaiou um km antes de completar a prova. (Foto: Alcides Neto)Participante sofreu a parada cardíaca e desmaiou um km antes de completar a prova. (Foto: Alcides Neto)

A organização da 6º edição da Meia-Maratona Internacional do Pantanal Volta das Nações se manifestou, por meio de nota, sobre a morte de um dos participantes nesta manhã e afirmou que está tomando todas as providências necessárias de apoio aos familiares da vítima.

Juliano Batista, 30, é de Várzea Grande/MT e veio para Campo Grande com o irmão para participar da meia-maratona. Os dois participaram da corrida de 21 km e Juliano sofreu uma parada cardíaca um km antes de completar todo o percurso. Ele morreu no local.

Equipes da Qualisalva, Bombeiros e Samu estiveram atenderam o participante e durante 40 minutos tentaram reanimá-lo, porém sem sucesso. A organização da prova afirma que o "participante foi imediatamente atendido por três ambulâncias e ressalta que a garantia de assistência médica sempre foi prioridade desde a primeira edição da prova em 2009".

A nota também diz que todas as devidas providências foram tomadas e os organizadores vão continuar prestando o apoio necessário à família em decorrência desta fatalidade.Sobre a falta de água relatada pelos participantes da prova, a organização afirma que foram disponibilizados 132 mil copos de água e nega que tenha faltado.

A prova é organizada pela Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), em parceria com o Sesi (Serviço Social de Aprendizagem Industrial) e a TV Morena.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions