A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

14/03/2010 17:36

Palmeiras vence Santos em jogo eletrizante na Vila

Redação

A Vila Belmiro pareceu um salão de baile neste domingo. Santos e Palmeiras fizeram um grande clássico, recheado de gols e muitas coreografias.

O Verdão dançou melhor. Venceu por 4 a 3, com Robert sendo o principal pé de valsa da partida: marcou três gols. Com o resultado, o Peixe perde uma invencibilidade que já durava 12 partidas, entre Paulistão e Copa do Brasil.

A equipe alvinegra não era batida desde a terceira rodada do Paulistão, quando perdeu para o Mogi Mirim, por 2 a 1.

Os jogadores do Palmeiras começaram o jogo de maneira nervosa em campo. O time esboçava uma pressão inicial sobre o mandante, mas sofreu com uma jogada de sorte de Pará aos 9 minutos. O ala recebeu na lateral da área, cortou o marcador e cruzou. A tentativa acabou com a bola entrando no ângulo esquerdo de Marcos.

O Santos passou a dominar o jogo, e teve duas boas chances para ampliar desperdiçadas por Neymar. Na terceira, o camisa 7 não desperdiçou. Ele recebeu livre na entrada da área e tocou por cima de Marcos, aos 30 minutos.

O alviverde encontrava poucos espaços para atacar. E em um lance de bola parada, a equipe conseguiu diminuir. Aos 41 minutos, Cleiton Xavier cobrou fala na lateral da área, Felipe saiu errado, atrás de Robert, e viu o atacante subir sozinho, cabecear e empatar.

O gol empolgou o time, e no minuto seguinte Robert empatou a partida aproveitando chutando no canto direito de Felipe, após cruzamento de Armero. Na comemoração, os dois jogadores se juntaram a Diego Souza, Ewerthon e Edinho para realizarem uma "dancinha" provocativa na beira do campo.

O duelo foi para o intervalo em igualdade, mas com sabor de vitória para a torcida palmeirense que não cansava de festejar na Vila Belmiro.

O alviverde conseguiu a virada, aos 11 minutos, Ceiton Xavier cobrou falta para a área, Léo cabeceou e Felipe espalmou a bola na trave. Na volta, Diego Souza mandou de peixinho para o fundo da rede. Na comemoração, mais provocações dançantes.

Em busca do empate, Dorival Júnior colocou Zé Eduardo e Maranhão nos lugares de André e Marquinhos, respectivamente. Wesley foi jogar como meia, e posteriormente deixou o time para entrada de Madson. A última modificação deu resultado.

O Santos passou a sufocar o Palmeiras, e conseguiu o empate aos 35 minutos. Madson recebeu lindo passe de Paulo Henrique Ganso e tocou na saída de Marcos. O alvinegro se animou em busca da virada, mas teve o objetivo prejudicado pela expulsão de Neymar dois minutos após o gol.

Aos 41 minutos, o Palmeiras decretou a vitória com um golaço de Robert. O atacante viu Felipe adiantado e arriscou chute por cobertura. A bola entrou no ângulo esquerdo do goleiro.

(Com informações do Globo Esporte e Uol)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions