A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

17/01/2014 14:55

'Por segurança', está proibida a entrada de instrumentos musicais no Douradão

Helton Verão

O Campeonato Estadual começa para as equipes de Dourados no próximo domingo (19) com o clássico Ubiratan e Sete de Dourados, às 16 horas. E os populares batuques, comuns em estádios brasileiros não serão ouvidos. Tudo porque estará proibida durante toda a competição a entrada dos instrumentos musicais no estádio Douradão.

A informação foi confirmada pelo major Carlos Silva, do 3º BPM de Dourados ao jornal local “O Progresso”. O temor é de que esses instrumentos possam ser usados como arma. “Estamos pedindo para que as torcidas organizadas não levem seus instrumentos. Sabemos que em Dourados as torcidas são tranquilas e nunca houve incidentes que necessitassem nossa intervenção. Queremos que entendam esse nosso pedido. Estamos seguindo uma determinação em prol da segurança de todos”, disse ao Carlos Silva, ao Progresso.

Quem tentar entrar com eles no estádio terá seu instrumento será retido na portaria.

O Ministério Público, junto aos representantes dos grupos definiu algumas medidas para a temporada 2014. Foram compradas 17 câmeras para serem instaladas nos estádios que receberão os jogos da competição. A Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) estuda até proibir o tradicional tereré durante os jogos. Também será vetada a venda de bebida alcoólica e o mandante será obrigado a contratar seguranças particulares para reforçar a vigilância.

O presidente o Ubiratan, Joaquim Soares se irritou ao saber da notícia. “Se for assim faremos um jogo sem torcida. A banda e os instrumentos musicais fazem parte do espetáculo. Essa proibição não está no acordo que assinamos em Campo Grande. O clube não foi oficializado sobre isso”, replicou.

O clube ainda trabalha para bancar a entrada dos instrumentos no estádio. “O Ubiratan está saindo em defesa do espetáculo. Se não tivermos banda com músicas de incentivo teremos um espetáculo de lamentações. Esses instrumentos compõem o futebol”, finaliza o presidente.



Nao sei quem e mais nocivo ao futebol do estado, a FFMS ou o MP. Ja são poucos os que frequentam os estádios. não ha caso de violência no Douradão, e ainda proíbem os instrumentos. Sera que e pra aumentar a audiência da TV Morena, ai ninguém vai ao estadio e vê pela TV....e pra acabar!!!
 
jose de abreu em 17/01/2014 15:15:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions