A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

19/03/2013 16:42

Prefeito de Campo Grande descarta apoiar novo Comerário de domingo

Gabriel Neris
Prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal, rejeitou apoiar partida de domingo (Foto: Arquivo/Marcos Ermínio)Prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal, rejeitou apoiar partida de domingo (Foto: Arquivo/Marcos Ermínio)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), descartou qualquer apoio ao novo Comerário marcado para domingo (24) no estádio Morenão. Em reunião com o presidente do Novoperário, Américo Ferreira, o chefe do Executivo rejeitou a proposta de comprar cota de ingressos para atrair torcedores ao jogo.

O objetivo é fomentar a partida do Campeonato Estadual e resgatar a rivalidade que marcou o futebol sul-mato-grossense até meados dos anos 1990. Sem o tradicional Operário Futebol Clube disputando as competições regionais, coube ao Novoperário abrigar o desejo de torcedores de ver um clube similar em campo.

Américo disse que no momento Bernal “não tem interesse” na partida. O prefeito, que esteve no jogo de estreia do Estadual entre Cene e Comercial no estádio Morenão, no dia 20 de janeiro, também é alvo de reclamações dos clubes. A Prefeitura não liberou campos de futebol para os jogadores de Novoperário e Comercial treinarem, como o estádio Jacques da Luz, no bairro das Moreninhas, e o Centro de Convivência do Idoso “Vovó Ziza”.

Os vereadores Paulo Pedra (PDT) e Alceu Bueno (PSL), que também é vice-presidente da FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul), tentaram intervir em favor dos clubes, mas não houve acordo. Os times treinam com a colaboração de associações de moradores e prefeituras do interior do Estado.

Entretanto os esforços para a divulgação da partida entre Novoperário e Comercial não param. O presidente do Novoperário afirmou que 12 vereadores já se comprometeram a comprar a cota de 350 ingressos no valor de R$ 1 mil. Fossem comercializados nas bilheterias os ingressos sairiam pelo preço de R$ 2,85 cada.

No 1º turno do Estadual, Comercial e Novoperário ficaram no empate por 1 a 1 (Foto: Arquivo/João Garrigó)No 1º turno do Estadual, Comercial e Novoperário ficaram no empate por 1 a 1 (Foto: Arquivo/João Garrigó)

Américo tenta amanhã o apoio dos outros 17 vereadores durante a sessão itinerante marcada para o distrito de Anhanduí. O presidente do Galo também irá procurar os líderes do governo do Estado na Assembleia Legislativa para fazer a mesma proposta.

Para o jogo de domingo os ingressos custam nas bilheterias R$ 10,00 nas arquibancadas, sendo R$ 5,00 a meia-entrada, e R$ 20,00 nas cadeiras, com R$ 10,00 a meia-entrada.

A partida vale classificação para a segunda fase do Estadual. Quarto colocado do grupo A, com 14 pontos, o Novoperário precisa de apenas um empate, desde que o Maracaju não vença o Aquidauanense. Já o Colorado precisa vencer o derby para passar de fase. Cene, Aquidauanense, Misto, Ivinhema, Itaporã e Sete de Dourados estão garantidos nas quartas-de-final.



Quero ver o galo novo buscar mais um vitoria rumo a classificação bora galoo
 
Antonio dos santos em 21/03/2013 00:55:52
Meu nome é Hugo Melanio, para quem nao sabe Melanio é o nome de meu avô, um fazendeiro , que ajudou fundar o OPERARIO FUTEBOL CLUBE, 3º colocado do Brasileiro de 77, Campeão Mundial em cima do Manchester.Meu avô, como conta minha avó ainda viva, chegava cedo no Belmar Fidalgo para torcer pelo galo, e era o ultimo a sair, a cada lance de gol era um pedaço de camisa , ou botao da mesma que caia . Agora vem um time que desconheço, e quer assumir o nome do classico que por muitos anos foi motivo de rivalidade e apostas entre as pessoas que viviciavam o nosso futebol. Entao peço respeito, ao nosso maior classico, COMERARIO só existe um, entre o GLORIOSO COMERCIAL e o ETERNO CAMPEÃO OPERARIO FUTEBOL CLUBE.

GARRA , AMOR E TRADIÇAO
DESTINADO A SER CAMPEAO
 
Hugo Melanio em 19/03/2013 23:15:11
Muitos clubes do interior de São Paulo e do Nordeste recebe apoio de suas prefeituras,afinal de contas colocam o nome da cidade em destaque no cenário nacional de futebol!Aquí em Campo Grande existe uns defensores da moral e da ética que são contra,tudo bem, com apoio ou não da prefeitura vamos pra cima deles galo!! Blog do pantaneiro
 
Joelcio Fernandes em 19/03/2013 19:29:06
O Novoperário saiu do meio dos próprios torcedores do antigo galo,do povo para o povo!Com ajuda de uns e outros foi montado o time.A mesma torcida, a mesma bandinha vai tá lá fazendo aquele barulho,ah ,e as mulheres bonitas com a camisa do galo! Eu vou tá lá domingo tomar àquela gelada e rever os amigos da velha guarda!Vamos galo afundar o Colorado!!!!
 
Joelcio Fernandes em 19/03/2013 19:18:43
wender alves da silva, vamos lá: Semifinais da Taça Guanabara, glamour nos anos de ouro do FUTEBOL BRASILEIRO que hoje ostenta a 17ª colocação no ranking da Fifa, mesmo sendo cinco vezes campeão do mundo: Flamengo x Botafogo: 22.550 pagantes; Vasco e Fluminense: 18.789 pagantes - jogos esses que chegaram a levara mais de 100 mil pessoas quando EXISTIA O MARACANÃ, lembra? São Paulo e Palmeiras ambos na Libertadores jogo 0x0, público 18.715 pagantes; São Paulo e um time Boliviano ou argentino, sei lá, pela Libertadores no Morumbi, 25.138 pagantes; Santos e Corinthians: 18.678 pagantes; final da Taça Guanabara Vasco 0 x 1 Botafogo com um publico de 22 mil pessoas. E ainda nessa temporada, o Flu anunciou que vai baixar o preço do ingresso, o Marin está preocupado com a queda de publico.
 
Gilson Giordano em 19/03/2013 19:07:03
wender alves da silva, o senhor está REDONDAMENTE ENGANADO... alias, vou mais além: O SENHOR ESTÁ APOR FORA DE FUTEBOL.... ou não quer falar a verdade. Talvez o Senhor não saiba, mas quarta-feira da semana passada (nunca a última quarta-feira, pois outras milhares ainda existirão) jogaram no Engenhão, Rio de Janeiro, o Flamengo, que a exemplo do antigo Operário, foi um timaço na década de 80, inclusive campeão mundial vencendo o Manchester por 3 x 1, pois bem, ele enfrentou o TERRIVEL REZENDE, para quem perdeu após estar vencendo por 2 x 0, por 3 x 2, de virada e o PÚBLICO NAQUELA NOITE, SE O SENHOR NÃO SAIBA, FIQUE SABENDO: FOI DE APENAS 1.425 PAGANTES. Então não venha falar mal do Futebol de MS. /Caso o Sr queira eu te falo todo os públicos dos chamados grandes centros. Tenho dito!
 
Gilson Giordano em 19/03/2013 18:45:38
É vergonhoso uma capital passar por uma situação dessas pra promover um ´CLÁSSICO´ se é que podemos chamar assim cobrar meia entrada pra jogo que mal da 500 pessoas põe preço único e já era .
 
wender alves da silva em 19/03/2013 18:03:50
Bem o prefeito está certo, pois não existe mais o COMERÁRIO. Esse sufixo era usando quando existia o time do OPERÁRIO que ao lado do Comercial, derivaram o sufixo COMERÁRIO. Mas hoje, é NOVOPERÁRIO, a não ser que seja criado um novo sufixo COMENOVO... e com o Novoperário, não terá nenhuma rivalidade de volta, mesmo porque antes não havia o time ora citado que foi criado em 2010. Agora está errado o prefeito quando se nega em liberar os campos de futebol pra treinamentos.. alias, além dos campos, também o autódromo está abandonado... hiii TODA A CIDADE ESTÁ NO MAIS COMPLETO ABANDONO.... e pra terminar, vamos retratar o que existe de verdade. O OPERÁRIO NÃO EXISTE MAIS.. APRENDA DE UMA VEZ POR TODA, QUE AGORA É NOVOPERÁRIO, pelo menos esse que tá registrado na CBF.Tenho dito!
 
Gilson Giordano em 19/03/2013 17:23:07
Bom, em primeiro lugar a rivalidade nesse jogo tem que ser bem esclarecido, é uma rivalidade de apenas um ano, pois a rivalidade mesmo é contra o OPERÁRIO, OPERÁRIO COM A LETRA "O" e não Novoperário porque se for assim é a mesma coisa que trocar o nome do Comercial para Prato-feito, ou Comercial para Propaganda. Então o Glorioso "COMERCIAL" vai jogar contra um time que não tem nem três anos de existência e muito menos RIVALIDADE de meados de 1990 (coisa que nem existia Novoperário), parem de fomentar coisa que nunca existiu "rivalidade". Novoperário, nunca será, nunca será o famoso OPERÁRIO e mais uma, aquele galo(animal) que levam para torcer para o Novoperário, não passa de um pintinho diante do verdadeiro "galo" do OPERÁRIO, que um dia será como a "fenix" podem ter certeza.
 
Douglas Ruiz em 19/03/2013 17:19:43
Dinheiro do município tem que ser aplicado no município. Todo mundo está precisando: os buracos de nossas ruas; as nossas creches; os colégios municipais; os postos de saúde. A TV anuncia: "Campeonato sul-mato-grossense de futebol profissional". Deslavada mentira. Em MS, talvez CENE e Corumbaense possam ser classificados como "profissionais". O resto não tem torcida, não tem sede, não tem patrimônio: são times amadores. Que vistam a carapuça e peçam dinheiro ao FIE/MS da Fundesporte. Dinheiro para time profissional para quê? Pra pagar salários de veteranos e medíocres? Melhor que investissem nas categorias de base e montassem seus times com jogadores do sub-20. COMERÁRIO? só quando o Operário voltar para a primeira divisão. Se voltar...
 
Jair Buchara Justiniano em 19/03/2013 17:17:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions