A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018

09/05/2017 14:48

Projeto da segunda fase de obras no Morenão será anunciado até dia 20

Paulo Nonato de Souza
Jogo do Estadual de Futebol 2017 disputado no Estádio Morenão, em abril (Foto: Alcides Neto / Arquivo)Jogo do Estadual de Futebol 2017 disputado no Estádio Morenão, em abril (Foto: Alcides Neto / Arquivo)

O projeto para a segunda fase da reforma do Estádio Morenão está sendo finalizado até o dia 20 deste mês, disse nesta terça-feira, 09, o reitor da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Marcelo Turine.

“Por enquanto ainda não tem como adiantar nada. Acredito que até o dia 20 tenhamos mais informações”, declarou o reitor ao ser abordado pelo Campo Grande News sobre como será a segunda fase da reforma do estádio e previsão para início e conclusão das obras.

Segundo o reitor, os estudos e os acordos estão sendo finalizados e só após isso será possível anunciar o que vai ser feito para melhorar as condições do estádio, principal praça esportiva de Mato Grosso do Sul, inaugurada em 1971.

Também ouvido pelo Campo Grande News sobre os equipamentos que deverão constar na segunda fase das obras, como a implantação de placar eletrônico, sistema de som, acentos, adequações de segurança e acessibilidade para atender as normas do Estatuto do Torcedor, o diretor-presidente da Fundesporte (Fundação Estadual de Esporte e Lazer), Marcelo Miranda, disse que vai esperar a posição da UFMS.

Reitor da UFMS, Marcelo Turine, com o presidente da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul, Francisco Cezário, de branco, na assinatura do contrato da primeira fase das obras no Morenão, em dezembro de 2016 (Foto: Alcides Neto)Reitor da UFMS, Marcelo Turine, com o presidente da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul, Francisco Cezário, de branco, na assinatura do contrato da primeira fase das obras no Morenão, em dezembro de 2016 (Foto: Alcides Neto)

“Primeiro vamos aguardar a proposta de convênio da Universidade”, afirmou Marcelo Miranda. Ontem, ele revelou que o governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), na volta de Corumbá, onde foi assistir ao jogo da final do Campeonato Estadual entre Corumbaense e Novo de Campo Grande, determinou ao secretário de Governo, Eduardo Riedel, para que agilize o encaminhamento do convênio com a UFMS.

A primeira fase da obras de reforma do estádio, iniciada no dia 2 de dezembro de 2016 e concluída no fim de janeiro de 2017, teve instalação de corrimão nas escadarias, elevação de guarda-corpos nas muretas, sinalização de saídas de emergência, melhoria dos vestiários, troca de cadeiras, pintura e marcação de lugares no setor da arquibancada cobertura.

O Morenão estava interditato por determinação do Ministério Público Estadual desde setembro de 2014, e só foi liberado para receber jogos com a reforma realizada na virada de 2016 para 2017.

A volta foi apenas com o setor das arquibancadas cobertas. Após a segunda fase das obras, a ideia é que todo o estádio, incluindo o setor da arquibancada descoberta, possa ser liberado para o público.

Morenão em obras, no começo deste ano, antes do início das competições de futebol (Foto: Alcides Neto / Arquivo)Morenão em obras, no começo deste ano, antes do início das competições de futebol (Foto: Alcides Neto / Arquivo)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions