A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

17/01/2016 21:00

São Paulo goleia o Rondonópolis e vai enfrentar o Flamengo na próxima fase

Flávio Paes

m um jogo marcado pela violenta briga entre torcedores organizados do São Paulo e policiais, o Tricolor superou o Rondonópolis-MT por 4 a 0, nesse domingo, em Mogi das Cruzes, e avançou às quartas de final da Copa São Paulo de Juniores.

A equipe paulista, que vinha de duas atuações irregulares na Copinha, conseguiu resgatar o bom futebol no estádio Nogueirão e se credenciou para enfrentar o Flamengo na próxima fase. Os gols foram marcados por Luiz Araújo e Pedro, duas vezes cada.

O resultado também assegurou a classificação do Bahia às quartas de final. Derrotada na disputa de pênaltis pelo Flamengo, a equipe nordestina terminou a quarta fase com a melhor campanha entre os perdedores. Segundo o regulamento dessa edição da Copinha, o time que se encontrasse nessas condições teria a vaga garantida na sequência do torneio. O Bahia, agora, medirá forças com o América-MG.

Melhor em campo, o São Paulo chegou pela primeira vez aos 18 minutos da etapa inicial. Luiz Araújo acertou passe de calcanhar para dentro da área, mas Gabriel não conseguiu concluir para o gol. Já aos 25, Pedro foi derrubado dentro da área e garantiu um pênalti para o Tricolor. Luiz Araújo anotou o gol na cobrança, mas o árbitro acusou invasão e mandou voltar. O próprio jogador foi para a bola e converteu o segundo o tiro.

Luiz Araújo voltou a ter participação ativa na vitória tricolor. Aos 37 minutos, o jogador fez belo passe e possibilitou que Pedro invadisse a área, livre de marcação, para anotar o segundo gol.

No intervalo, torcedores organizados do São Paulo e forças policiais entraram em conflito no estádio. Os vândalos atiraram paus e lixeiras contra as autoridades. Bombas de efeito moral e balas de borracha foram usadas pela polícia para afastar os agressores. Houve corre-corre e ao menos duas pessoas precisaram de atendimento médico na confusão.

O árbitro do duelo alegou que o estádio contava com segurança e autorizou o início do segundo tempo. Mas a confusão teve prosseguimento na entrada do Nogueirão. Organizados continuaram atacando os policiais, que se posicionaram do lado de fora do estádio para atirar bombas de efeito moral contra os vândalos. Muitas famílias e torcedores comuns preferiram ignorar a etapa complementar da partida e deixaram o local.

Dentro de campo, os jogadores parecem ter sofrido abalos com a briga nas arquibancadas. Os atletas não demonstraram um rendimento semelhante ao do primeiro tempo e criaram poucas chances de gol. Embora o Rondonópolis tenha ameaçado em duas oportunidades, Luiz Araújo foi mais eficiente e voltou a balançar as redes.

Aos 39 minutos, Iago Maidana tocou na frente e Murilo ajeitou para o são-paulino concluir à meta. Já aos 40, Gabriel fez o cruzamento e Pedro selou a goleada com uma bela finalização.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions