ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 23º

Jogo Aberto

Apontado para sucessão, Riedel prefere não comentar 2022

Por Marta Ferreira | 26/09/2020 07:00
O governador Reinaldo Azambuja ao lado de Riedel, em foto tirada em reunião no começo do atual mandato. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
O governador Reinaldo Azambuja ao lado de Riedel, em foto tirada em reunião no começo do atual mandato. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Cedo - Apontado pelo PSDB, como nome para suceder o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) em 2022, o secretário estadual de Governo, Eduardo Riedel, disse que ainda não é o momento de tratar do assunto. O discurso é de político  experiente: foco é na gestão atual e trabalho por Mato Grosso do Sul.

Indefinição - Riedel citou que o cenário do Estado e do Brasil ainda é delicado, devido à pandemia do coronavírus. Ex-presidente da federação dos produtores rurais do Estado, afirma que é preciso, além de controlar a doença, recuperar a economia.

Impacto  - O secretário mencionou que se as eleições municipais que vão ocorrer daqui 45 dias já estão difíceis, comentar a 2022 é mais é mais complexo ainda. “Imagina daqui dois anos”, diz, sobre os eventuais reflexos que vão sobrar.

Em xeque? - Gestores públicos não descartam, caso se verifique necessário, retirar alguns serviços da Santa Casa  de Campo Grande e levá-los para outros hospitais da cidade. Por ora não há deliberação a sobre isso, mas é uma possibilidade que surge. O hospital, em crise anterior, ficou sob intervenção do município, agora, a alternativa seria um caminho diferente.

Em pé de guerra - Prefeitura e Santa Casa estão em constante conflito por causa da verba repassada ao hospital, que reclama ainda do excesso de pacientes enviados à unidade. Além disso, nesta sexta o presidente da Santa Casa renunciou ao cargo.

Volta às aulas - Em audiência online da Defensoria Pública sobre o retorno presencial das aulas na rede pública, duas crianças tiveram voz e deram sua participação: Caique e Cauê, ambos com 7 anos e alunos do 2º ano da escola Elpídio Reis

Criançada consciente - "Quero voltar para a escola", disse um dos meninos, enquanto o outro, seu irmão, completou a frase. "Acho que só devemos ir para a escola quando tiver vacina". O debate ouviu várias pessoas e durou mais de quatro horas

Destaque - Mato grosso do Sul ficou com o troféu “Onça Pintada” do prêmio Top Mega Brasil na categoria Executiva de Comunicação do Centro-Oeste. A publicitária Bianca Nigres, gestora de Comunicação da Energisa no Estado, foi a vencedora.

Reconhecimento - Ao divulgar a conquista, a empresa apontou que o prêmio tem mais valor pelo fato de ser resultado do próprio mercado, “que indica e elege executivos bem sucedidos pelos resultados alcançados, pela criatividade e eficácia contidas em seus projetos, pelas posturas éticas e construtivas que estabelecem em seus relacionamentos com o mercado, nas mais variadas instâncias”. A escolha foi feita em duas etapas de votação espontânea e revelada hoje, durante premiação on-line.

Assessoria de imprensa -  O chefe da comunicação do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Ico Victório,  também foi premiado no evento sobre comunicação corporativa. Foi eleito o melhor profissional nesta categoria no Centro-Oeste. “A posição de destaque da comunicação do Governo de Mato Grosso do Sul é fruto de um trabalho pensado e realizado por uma equipe que tem como regra a excelência no atendimento à imprensa local e nacional”, agradeceu o jornalista.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário