A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


29/08/2014 06:00

Após mudança sem fim, Prefeitura desiste de inaugurar Júlio de Castilho

Edivaldo Bitencourt

Guerra – Pegou fogo a disputa entre os candidatos a governador Nelsinho Trad (PMDB) e Reinaldo Azambuja (PSDB). A guerra está no programa Mais Médicos, do Governo federal. O peemedebista acusa o tucano de ter votado contra a proposta. Azambuja nega e recorreu à Justiça contra a propaganda do PMDB.

Apoio – Nelsinho Trad sacramentou o apoio à presidenciável Marina Silva, ontem à tarde em Ribeirão Preto (SP). Além de retribuir o apoio, a candidata socialista vai agendar nos próximos dias uma visita a Mato Grosso do Sul.

Simbólico – A eventual visita de Marina ao Estado deve ter o objetivo de quebrar um paradigma da campanha: a de que ela é contra ao agronegócio. O objetivo é sinalizar aos produtores rurais que Marina, em caso de eleição para presidente, será mais flexível na política em defesa dos índios e do meio ambiente.

Confusão - Na Câmara dos Vereadores, o secretário municipal de Saúde, Jamal Salem, fez um troca-troca de nomes ao participar do panorama da área. Ao falar Paulo Coelho Machado, por exemplo, ele disse “Paulo Machado Coelho”. Os vereadores e participantes ficaram sem entender nada.

Moderno – Pensando no futuro, o vereador Eduardo Romero (PTdoB) quer modernizar os estacionamentos em Campo Grande. Projeto de lei aprovado ontem pelos vereadores obriga os estabelecimentos a instalar painel em que informa o número de vagas disponíveis e o caminho para chegar até elas.

Sem saída – Romero justificou a apresentação da proposta, que copia projeto semelhante implantado em São Paulo. “Ou agente se moderniza ou vamos viver no passado”, destacou o parlamentar.

Acordo – A Prefeitura Municipal de Campo Grande ainda não definiu o que vai fazer com a Quinta Gospel. No entanto, a oposição começa a perder força. Eduardo Romero defende a assinatura de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta). “Não é briga pessoal”, justificou-se o vereador, que deu início à polêmica em torno da abertura apenas aos músicos evangélicos e católicos.

Até tu – O secretário municipal de Saúde, Jamal Salem, sentiu na pele a demora do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Após um aposentado passar mal, ele se viu obrigado a atender o homem até a chegada de uma ambulância. Neste ano, duas pessoas morreram aguardando a chegada de uma viatura do serviço de emergência.

Garantido – O prefeito da Capital, Gilmar Olarte (PP), afirmou que o fundo para garantir a atual tarifa no transporte coletivo vai ser definido no Orçamento Geral para 2015. A proposta orçamentária será encaminhada no próximo mês ao legislativo municipal.

Sem data – Após tantas reformulações e alterações, a obra de revitalização da Avenida Júlio de Castilho não será mais inaugurada. A Prefeitura da Capital desistiu de oficializar a conclusão da obra. Segundo o presidente da Agetran, Jean Salibra, a via estará sempre em obras e não será necessária a inauguração.

(colaboraram Kleber Clajus, Eduardo Penedo, Ludyney Moura e Alan Diógenes)

Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...
Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions