A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


04/06/2013 06:02

Até concurso de fotos gera denúncia no TJ

.

Marmelada - Concurso de fotografia organizado pelo Tribunal de Justiça ganhou regras extras porque tem gente fazendo propaganda irregular e tentando turbinar a votação das imagens usando os meios de comunicação institucionais. Se isso for comprovado, o candidato perderá 50% do total de votos obtidos

Cortesia - Deputados da Câmara Federal e senadores vão a Ponta Porã na próxima quinta-feira ver de perto as atividades relacionadas à Operação Ágata 7, das Forças Armadas, realizada em conjunto com órgãos de Segurança Pública e de Fiscalização.

Lado errado - A comitiva, que ainda não teve os nomes divulgados, deve ver ações do tipo limpeza de ruas, o que mais a tal operação tem feito. Bom mesmo se o grupo desse uma paradinha em Sidrolândia, lá sim a situação exige todo a intervenção possível dos parlamentares.

Pequenices - Alguns setores da prefeitura ainda não entenderam que administram bens e eventos públicos e, por isso, têm a obrigação de divulgar informações a quem quer que seja. Agora a Fundação Municipal de Cultura resolveu privilegiar só os coleguinhas com dados que são de interesse da população. Para quem critica o que está errado, a ordem é complicar e segurar as informações.

Sem negócio - Demorou bem mais que o normal a definição sobre o Arraial de Santo Antônio. Só ontem foram divulgadas as datas de uma das festas mais tradicionais da cidade. E as atrações nem sequer foram fechadas. Um dos nomes pensados era da dupla Jads e Jadson, mas o empresário diz que o cachê oferecido não compensava e os sertanejos fecharam show em outros cantos.

Bairrismo - Moradores do Caiobá estão chateados com o nome escolhido para residencial em construção na avenida Ludio Martins Coelho, do programa Minha Casa, Minha Vida. O conjunto será batizado de Leonel Brizolla 1. Em e-mail à redação, vizinho do empreendimento reclama: "Porque não se pode homenagear pessoas do nosso Estado, o Rio de Janeiro que o faça para ele".

Cadeado - O Ministério Público estadual já prorrogou a investigação duas vezes e até agora não conseguiu descobrir porque o Parque Municipal Assaf Trad, na saída para Cuiabá, foi inaugurado há 3 anos e continua com os portões fechados para a população. Como está ao lado de residencial de luxo, a conversa é que os ricos não querem se misturar.

Chaves em risco - E a 31ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público converteu em inquérito as denúncias de improbidade administrativa no acesso e aquisição de casas populares da EMHA, a empresa municipal de habitação de Campo Grande.

De volta - O ex-superintendente da PRF em Mato Grosso do Sul, Valter Favaro, foi cedido e vai assumir cargo de assessoria no Detran de Mato Grosso do Sul.  Em 2001 ele deixou o cargo para integrar a Secretaria Nacional de Segurança Pública, em Brasília. 

Blitz feroz - Cuidado quem está devendo alguma coisa ou anda com carro irregular. A Ciptran (Companhia Independente de Polícia Militar de Trânsito) apreendeu 72 veículos ao pátio do Detran em apenas uma semana, mas mais de 10 por dia. A justificativa é aumentar a fiscalização para diminuir os acidentes de trânsito na Capital.

Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...


a justificativa é tirar mais dinheiro do povo.
 
MAXIMILIANO NAHAS em 04/06/2013 17:50:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions