A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


08/02/2016 06:00

Bernal entre amigos e inimigos neste Carnaval

Ângela Kempfer

Samba - Os amigos do prefeito Alcides Bernal estrearam ontem no Carnaval de rua de Campo Grande com o bloco "You beer now". A expressão em inglês foi modificada para que a sonoridade ficasse igual a da famosa frase “E o Bernal?”, criada na última campanha. O bloco teve marchinha própria e tudo, cutucando antecessores ao falar de buracos deixados por “ratazanas” e dinheiro “papado da merenda”. No refrão, a frase: “Eu tô que tô, que tal. Eu tô de boa, youbeernow.”

Folião - E o prefeito parece animado com a folia este ano. Depois de ficar fora do último Carnaval, quando Gilmar Olarte era o prefeito, ele anda aproveitando bem a festa. No sábado tirou fotos todo feliz no ensaio da escola de samba Igrejinha. 

Inimigos - Mas no domingo a ressaca veio em forma de vaias. Bastou um representantes falar no palco o nome do prefeito Alcides Bernal para começar o coro de vaias na Praça dos Imigrantes, local de concentração dos blocos na noite de ontem.

Troca rápida - O secretário municipal de Juventude, Wilton Edgar Acosta, assumiu também a direção da Fundac (Fundação Municipal de Cultura), mas jura que é por pouco tempo. Américo Yule de Oliveira, até então presidente da pasta de Cultura, foi exonerado. Na versão oficial, o afastamento ocorreu por motivos de saúde.

Temporária - Com a nomeação, Wilson Acosta acumula duas pastas municipais, mas segundo ele o prefeito Alcides Bernal (PP) prometeu encontrar um nome definitivo para a Cultura. Apesar de devagar, quase parando, a Fundac, virou pasta simples de administrar, diz o novo presidente. Bernal pediu para que ele assumisse temporariamente porque "todo o calendário de 2016 da pasta, incluindo o Carnaval, está fechado".

Esmola demais - O ex-prefeito Gilmar Olarte (PP) chegou à audiência na Justiça, na última sexta-feira, dizendo que estava feliz em prestar depoimento para esclarecer toda a verdade, mas logo se recusou a responder algumas perguntas do promotor Marcos Alex, alegando se tratar de assuntos que não estavam no processo.

Santo desconfia - O promotor não perdeu a deixa e aproveitou a postura do ex-prefeito para ser irônico e questionar a real intenção do ex-prefeito em colaborar, lembrando que Olarte pareceu solícito demais no início da conversa. "Ele disse que falaria tudo, então pensei que poderia perguntar", justificou Marcos Alex.

Mesma linha - Os deputados retornaram aos trabalhos, mas parece que a pauta deste ano continua muito parecida com o ano passado. No primeiro debate em plenário, os parlamentares voltaram a tratar de conflito no campo e da invasão de terras por grupos indígenas. Também lembraram novamente que o Governo Federal até hoje não fez nada sobre isto.

Sem crise - Fibria e Eldorado devem investir R$ 4 milhões na expansão das fábricas de celulose em Mato Grosso do Sul. Projeto está previsto para 2017 e 2018, graças as exportações fortalecidas com valor alto do dólar. E a demanda é crescente.

Vai bem - Pelo menos na precaução contra o Aedes Aegypti, Mato Grosso do Sul vai bem no ranking do Ministério da Saúde. Os dados mostram como anda o trabalho dos agentes de saúde na prevenção de doenças causadas pelo mosquito. Até fim de fevereiro, a meta é atingir 100% de residências visitadas no País, mas o Rio Grande do Sul, por exemplo, só tem 1% de visitação, informa o Ministério.

Em 5º - Na lista de quem tem cumprido a tarefa de casa, com o maior número de imóveis visitados pelos agentes de saúde, o Estado tem o melhor desempenho no Centro-Oeste, aparece em 5ª posição no País. Os bons indicadores estão no Piauí (74,6%), Paraíba (71,7%), Minas Gerais (67,6%), Rondônia (65,5%) e Mato Grosso do Sul (65,5%).

Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions