ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 26º

Jogo Aberto

Bolsonaro manda recado aos apoiadores de Contar

Anahi Zurutuza, Silvia Frias, Gabriela Couto e Jhefferson Gamarra | 01/07/2022 06:00
Bolsonaro durante o discurso, em evento na Capital (Foto: Marcos Maluf)
Bolsonaro durante o discurso, em evento na Capital (Foto: Marcos Maluf)

Indireta – Em evento na Capital, o presidente Jair Bolsonaro mandou recado para apoiadores do pré-candidato ao Governo de Mato Grosso do Sul, Renan Contar (PRTB). Interrompido enquanto discursava, por alguém na plateia que gritava “Capitão Contar!”, Bolsonaro disse: “Esse não ouviu o que eu acabei de falar aqui no início... quando os bons se dividem, os maus vencem”. Para bom entendedor, ficou clara a indireta relacionada ao cenário político que está se formando no Estado, com bolsonaristas divididos entre o deputado estadual e o pré-candidato do PSDB, Eduardo Riedel.

O discurso – O presidente abriu o discurso dizendo que a união de forças é necessária para “vencer”. “Quando os bons se dividem ou se omitem, os maus vencem”, foi a frase exata, que depois repetiu. Ao comentar os desafios de governar, ele pontuou que “ninguém vence sozinho, devemos isso sempre a alguém, e isso é gratidão”, citando a ex-ministra e candidata ao Senado, Tereza Cristina (PP) e equipe no governo.

Sei de nada – A coluna perguntou ao deputado estadual Renan Contar quem era o dono da voz que irritou Bolsonaro, mas o pré-candidato ao Governo disse não saber. “Não sei. Meu pessoal estava todo comigo na motociata”.

Falhou na largada – Integrante da comitiva presidencial que esteve em Campo Grande na manhã de ontem (30), o ex-ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto, passou sufoco para dar partida em sua motocicleta. Na largada da ‘motociata’ promovida por apoiadores na Avenida Afonso Pena, o general precisou de inúmeras tentativas para ligar o veículo, inclusive se desequilibrou e quase deixou a moto cair.

Ops – Outro ato falho cometido durante a cobertura da agenda presidencial em Campo Grande foi do portal de notícias Uol. Em uma das matérias, o site alçou Eduardo Riedel ao cargo de governador de Mato Grosso do Sul, enquanto o tucano, por enquanto, apenas pretende chegar lá.

Gafe – Seja pelo nervosismo ou pelo calor do momento, fato é que a prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (Patriota), cometeu uma gafe que é recorrente nos forasteiros que visitam o Estado. Durante discurso de entrega do Condomínio Residencial Jardim Canguru, derrapou na geografia ao se referir a Mato Grosso do Sul.

"Tamo junto" – Ao manifestar apoio a Bolsonaro, esqueceu um trecho da nomenclatura. “O senhor pode contar conosco, pode contar com a prefeitura de Campo Grande, tudo o que for bom para Campo Grande e para Mato Grosso e para o Brasil...”. Neste ponto, voltou atrás rapidamente: “Mato Grosso do Sul e para o Brasil, nós vamos estar juntos!”.

Bom marido – Com a agenda atrasada, a comitiva do presidente deixou o Residencial Canguru após o meio-dia. Preocupado com a esposa, o deputado Lídio Lopes (Patri) foi até o camarim das autoridades pegar um suco e lanche para a prefeita Adriane.

Xepa - Ao retornar para devolver a taça de vidro passou pela equipe de assessores e a reportagem do Campo Grande News. Sensibilizado com a situação – todos com fome –, Lídio tratou de pegar a xepa dos salgadinhos e saiu distribuindo para quem estava do lado de fora.

Daqui - O STF (Supremo Tribunal Federal) vai analisar um mandado de segurança, protocolado na terça-feira (28), pelo advogado de Mato Grosso do Sul, Paulo Doreto, pedindo que o presidente Jair Bolsonaro encaminhe para o Congresso Nacional, em 48 horas, uma medida provisória a fim de garantir a reestruturação das carreiras da PF (Polícia Federal), do Depen (Departamento Penitenciário Nacional) e PRF (Polícia Rodoviária Federal). A ação foi movida a pedido do deputado federal Luis Miranda (Republicanos-DF).

Nos siga no Google Notícias