A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


15/09/2016 06:00

Corrida à prefeitura pode ter mais uma baixa na Capital

Waldemar Gonçalves

Dúvida de Pedrossian – O candidato Pedro Pedrossian Filho (PMB) pode ser o próximo a sair da disputa eleitoral em Campo Grande – o primeiro a desistir foi Luiz Pedro Guimarães (PROS). Está prevista reunião do candidato com a direção nacional do partido, nos próximos dias, que pode sacramentar sua saída ou então entendimento definitivo pela permanência. Ele, inclusive, sequer participou do debate na ACP, o primeiro da atual campanha.

Lula do bem – Uma das únicas lideranças petistas a se manifestar ontem sobre a denúncia da Lava Jato contra Lula, ontem, foi o deputado federal José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT. No Facebook, reproduziu imagem feita com o mesmo layout de conteúdo mostrado durante a apresentação dos procuradores em Curitiba, relacionando o ex-presidente não a crimes, como a versão original, mas a uma série de projetos ou situações registradas durante o tempo que esteve no comando da República.

Brasil com Lula – Na postagem, o nome Lula aparece ao centro. Ao redor, estão inscrições como Mais Médicos, Prouni, Bolsa Família, Fome Zero, Nova Classe C, Brasil no G20 e por aí vai. Para o MPF (Ministério Público Federal), por outro lado, o líder petista era o “comandante máximo” de um esquema que os investigadores classificam como “propinocracia”.

Sem máfia – Candidato do partido à Prefeitura de Campo Grande, o vereador Alex do PT não se manifestou publicamente sobre os problemas de Lula com a Lava Jato. Até o começo da noite de ontem, a última postagem em seu Facebook estava focada na campanha: prometia “acabar com a máfia do tapa-buraco”.

Ilusionismo – No próprio perfil de Lula na rede social, no entanto, foram várias manifestações. Uma delas classificava a denúncia do MPF como “truque de ilusionismo”, falando que a coletiva onde as informações foram apresentadas foi “um espetáculo deplorável”.

Mais ágil – Para o presidente do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), desembargador João Maria Lós, a Operação Coffee Break, agora na primeira instância jurídica devido à renúncia de Gilmar Olarte, tramitará de forma mais ágil. Isto porque haveria maior estrutura para audiências, por exemplo, do que na instância superior, onde o processo estava até então.

Focados – Depois de intenso debate político sobre o impeachment de Dilma Rousseff (PT), além das manifestações contra Michel Temer (PMDB), o clima na Assembleia Legislativa está mais ameno. Os deputados se mostram focados na apresentação e votação de projetos.

No trecho – Afinal, com sessões mais curtas e objetivas, sobra tempo maior para campanha eleitoral. Se o parlamentar não é candidato, participa da eleição viajando pelo interior em atos de apoio a candidaturas de seus partidos.

Guerreiro – Depois de Renato Câmara (PMDB), Ângelo Guerreiro (PSDB) deve ser o segundo deputado estadual a pedir licença na Assembleia Legislativa para se dedicar à campanha eleitoral. Afinal, tem a responsabilidade de representar o partido do governo na disputa pela Prefeitura de Três Lagoas, uma das principais de Mato Grosso do Sul.

Na caminhada – O tucano já tinha adiantado, no começo do mês, que iria priorizar a reta final de campanha. Fora da casa de leis temporariamente, diz que pretende fazer reuniões e caminhadas nos bairros de sua cidade diariamente.

(com Leonardo Rocha)

Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...
Assembleia agora tem 8 "independentes"
Mais uma – Depois de votar com o governo por três anos e meio, a deputada estadual Grazielle Machado(PSD) anunciou que agora será “independente”, ass...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions