A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


04/06/2011 06:08

Craque

Jogo Aberto

O governador André Puccinelli disse que ouviu de quatros deputados que Antônio Carlos Arroyo (PR) se exaltou durante a reunião da última quarta-feira para discutir vaga ao TCE (Tribunal de Contas do Estado).

André Puccinelli afirmou que pediu para que os parlamentares relevassem a tensão de Arroyo e disse que "se fosse deputado" também perdoria o parlamentar do PR pelas críticas feitas durante a reunião e votaria nele para o TCE, mas só se fosse deputado.

Ao ouvir o aúdio da declaração do governador de que os colegas teriam "dedurado" sua conduta durante a reunião, Arroyo foi tirar satisfações com os deputados, mas todos negaram que repassaram as informações a Puccinelli.

Arroyo pediu para a imprensa a cópia do aúdio por meio do bluetooth e mostrou aos deputados para confirmar de onde vieram as declarações, os parlamentares ficaram em uma saia-justa.

Um dos fatos de 2014 será mais uma vaga aberta para conselheiro do TCE, outra que ficará para Assembleia Legislativa indicar. Jerson Domingos já disse que quer a vaga que será deixada pelo presidente do Tribunal, Cícero de Souza.

O presidente da Assembleia afirmou que se quisesse disputar neste ano a vaga para o Tribunal de Contas, não teria concorrente. Nenhum deputado se opunharia ao nome dele, avalia.

Questionado sobre com esta a disputa entre o deputado Arroyo e a senadora Marisa Serrano (PSDB) para vaga no TCE, ele comentou que está igual a corrida de cavalo, só dá para ver na foto quem está com fucinho na frente. Ainda brincou que, se a disputa fosse por fucinho, levaria a corrida, devido a seu avantajado nariz.

Sobre nota de ontem do Jogo Aberto, a Famasul garante que "em nenhum momento tentou comparecer à coletiva de imprensa convocada pelo Fórum de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Mato Grosso do Sul". Segundo a entidade, um convite foi enviado pelo grupo a dois funcionários da informando sobre uma reunião e "não uma coletiva", mas nada foi endereçado à Federação.

O assunto era o Código Florestal, que coloca Fórum e Famasul em lados opostos. "Como entidade representativa da classe produtora de Mato Grosso do Sul, a Famasul estimula o debate aberto, constituído de argumentação técnica a respeito de um tema que diz respeito a toda a sociedade brasileira", informa a Federação em nota.

O Comercial já providenciou placa para homenagear o atacante Jean Carlo e vai fixar no Morenão o registro: "Aos vinte e nove dias do mês de maio de dois mil e onze, em jogo válido pelo Campeonato Sul-Mato-Grossense de Futebol Profissional, aos trinta e oito minutos do primeiro tempo, o atleta Jean Carlo, camisa 10 da equipe do EC Comercial, marcou um gol de rara beleza que se tornou digno desta placa".

Adeus a "Playboy" tem foto de bebida na mesa de bar
Despedida – Tem gosto amargo e dolorido, principalmente para as pessoas próximas, a última foto postada nas redes sociais por Marcel Colombo, conheci...
Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


O correto seria um concurso público, para ocupar a vaga, assim teriamos pessoas
tecnicas da area, e não acomodação de politicos.
 
haroldo rodrigues em 05/06/2011 11:34:14
ja fiz 18 anos a uns trocentos mir anos e nunca vi um concurso para este TCE...mas todo ano tem discussão de qual deputado vai pra lá...né mole não sô...e aí de quem contrariar o dotô.
 
agricio araujo lima em 05/06/2011 10:46:25
Concordo plenamente com o nobre colega Romulo, Deputados, Senadores, ex Secretarios de fazenda de Estado nunca deveriam passar perto desta nobre corte, entretanto parece que é um órgão de aposentadoria para estes cidadões, isto é uma vergonha, precisa acabar! Extingue a corte ou concurso para conselheiros desde já, a mamata tem que a acabar!
 
Arlindo Nardini Junior em 05/06/2011 04:44:15
Eu acho que deputado não deveria ser conselheiro do TCE. Da a impressão que o Tribunal é um asilo para os nobres parlamentares. Minha humilde opinião.
 
Rômulo Wendell em 04/06/2011 08:27:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions