A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Agosto de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


20/07/2019 07:00

Felipe Orro é o novo "herói" tucano

Leonardo Rocha
Felipe Orro durante sessão na Assembleia Legislativa.Felipe Orro durante sessão na Assembleia Legislativa.

Herói nacional - O deputado Felipe Orro (PSDB) foi diversas vezes parabenizado pelas lideranças tucanas, durante evento do PSDB em Campo Grande. Os elogios vieram porque ele foi único deputado tucano a votar a favor do projeto do governo, que mudava as regras para contratar professores. As saudações foram feitas pelo deputado federal, Beto Pereira (PSDB) e pelo presidente regional do partido, Sérgio de Paula. Paulo Corrêa também é tucano, mas não votou porque é presidente da Assembleia.

Porém, talvez, contudo - Beto Pereira em sua avaliação do atual momento do PSDB, em nível nacional, defende que o partido deixou de ter posições firmes sobre assuntos polêmicos e temas nacionais, e que precisa começar a se posicionar e não ficar em cima do muro. "Tem que dizer se é contra ou favor e não ficar no porém, talvez, contudo. Ao se posicionar, o partido vai resgatar e fazer sua identidade".

De fora - O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB-PB), um dos convidados do evento do PSDB, em Campo Grande, disse apoiar várias ações do atual governo federal, no entanto também discorda de algumas decisões, como o presidente Jair Bolsonaro (PSL) indicar seu filho para embaixada dos Estados Unidos. "Não pode ser embaixador porque é filho do presidente e fritou hambúrguer lá fora".

Divididos - Como o assunto do encontro em Campo Grande era eleição de 2020, Cunha Lima avaliou que o PSDB perdeu a presidência, porque já entrou na campanha dividido. Uma parte apoiava o governo Michel Temer e outra não. "Teve divisão interna, além disso a população queria apoiar o candidato que era colocado como anti-sistema, que tratava da segurança pública e ainda recebeu uma facada. São fatos que mudaram a eleição".

Tropa de choque - Funcionários da Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo) tiveram aulas sobre o Programa Reviva Campo Grande. “A proposta é municiar a equipe com informações a respeito de todo o processo que levou à requalificação da Rua 14 de Julho”, explica a assessoria da Prefeitura.

Abraço - O grupo recebeu informações desde estrutura da obra, até paisagismo e a Sectur promete ocupar a região, no futuro, com projetos. “Vamos implementar a ideia de abraçar de maneira diferente a 14 de Julho”, disse a secretária de Cultura e Turismo, Melissa Tamaciro.

Lata nova - Os Correios ganham 38 furgões em Mato Grosso do Sul. O investimento é estratégia para recuperar a fama de bons entregadores. Segundo a empresa, a renovação de frota também quer melhorar as condições de trabalho dos carteiros, reduzir custos de manutenção e aumentar a produtividades.

Lata velha - E a frota estava bem velha. Os veículos em circulação eram de 2011 e 2012. São R$2 milhões em investimentos aqui no Estado. Ganham furgões as cidade de Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Corumbá, Rio Brilhante, Jardim e Ponta Porã. Também há previsão de troca de 137 motos.

Internacional - Ministros de Agricultura do Brics, grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, podem vir ainda este ano para Mato Grosso do Sul. A intenção da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, é realizar o encontro em Bonito.

Torcida - A AMB (Associação Médica Brasileira) tenta na Justiça barrar a proposta do Ministério da Educação de flexibilizar a revalidação de diplomas de egressos de faculdades de medicina no exterior. Mas por aqui, essa é a maior torcida, porque tem muito estudante sul-mato-grossense em universidades do Paraguai e da Bolívia.



Está fácil ser herói hein????
 
Critico em 20/07/2019 23:17:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions