A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


29/08/2012 06:00

Fogo amigo

Jogo Aberto

Paraquedas

Candidata a vereadora pela coligação encabeçada pelo PMDB para prefeito, a cantora Cibely Rabelo parece ter se esquecido que ele representa a continuidade da atual administração. No pouco tempo que ela tem no horário eleitoral, critica a saúde, a educação e diz que os bairros de Campo Grande "estão abandonados".

Aliado de última hora

Cibely é candidata pelo PSD, partido do empresário Antônio João Hugo Rodrigues, o mesmo que aderiu no finzinho do prazo à candidatura de Giroto.

Análise

A 40 dias da eleição em Campo Grande, o clima ainda é "muito quieto". A opinião é do deputado Cabo Almi (PT), vice do candidato Vander Loubet. A timidez no processo eleitoral se deve a falta de recursos financeiros, avalia.

Realidade

O petista avalia que, tanto a candidatura petista como o candidato do PSDB, Reinaldo Azambuja, vão crescer nas pesquisas na reta final da campanha, o que para ele resultará num segundo turno.

Confiança

Do lado tucano, o deputado Rinaldo Modesto acredita que Azambuja vai avançar na corrida pela Prefeitura na última parte do processo eleitoral. Segundo ele, eleitores têm dito, durante agendas de campanha do PSDB, que o deputado federal é a opção “que mais inspira confiança”.

Apostas

Além disso, os tucanos acreditam que Reinaldo vai ganhar os eleitores indecisos com o decorrer do horário eleitoral gratuito de televisão, além dos debates.

Baixou o nível

Deputados estaduais lamentaram, em entrevistas durante a sessão de ontem (28) na Assembleia Legislativa, que o nível da campanha tenha “caído” com os panfletos apócrifos espalhados para atingir a candidatura de Alcides Bernal.

Adaptações

O deputado Antônio Carlos Arroyo (PR) comentou que o projeto de sua autoria, que proíbe a utilização de aparelhos eletrônicos com acesso à internet durante o horário de aula em escolas públicas e particulares do Estado, passa por adaptações antes de ir a plenário para votação.

Muita calma

Revelou que sua proposição vem recebendo críticas, mas que ele não quer proibir o uso de celulares nas escolas, apenas discipliná-lo. “No avião você não é proibido de entrar com o celular, você apenas tem que desligá-lo. Mesma coisa tem que ser nas escolas durante o horário de aula”.

Ainda não

A Fibria, dona de fábrica de celulosa em Três Lagoas, tem permissão das autoridades ambientais para expandir a produção, mas por enquanto, nada deve mudar. A avaliação da empresa é que, no momento, o projeto de MS não é a melhor opção para ampliação dos negócios da empresa.

DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...


Avisem ai o político que esta com o projeto proibitivo dos aparelhos. Nos aviões é em função apenas da questão de ordem técnica para decolar e pousar. Já está provado que após o período, pode-se perfeitamente utiliza-los. Apenas é que fica difícil conseguir sinal de nossas operadoras. Não o deixem enganar.
 
Madalena Arre Pendid em 29/08/2012 10:16:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions