A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


07/06/2014 07:00

Gafes marcam visita de Aécio

Edivaldo Bitencourt
Delcídio e Giroto no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.Delcídio e Giroto no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

No ar - Delcídio do Amaral (PT) encontrou-se, coincidentemente, com o secretário estadual de Obras, Edson Giroto, no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Os dois conversaram por um bom tempo. Apesar do PR apoiar Delcídio, Giroto, filiado ao partido, diz que seu candidato é Nelson Traf Filho (PMDB). 

Ato falho – Os sul-mato-grossenses cometeram gafes durante a visita do candidato a presidente da República do PSDB, senador Aécio Neves. O presidente regional do PPS, Athayde Nery, chamou o tucano de “Aécio Nobi”. Após gargalhadas da platéia, ele se corrigiu.

Faixa – O Solidariedade fez ainda pior. Errou o nome do pré-candidato a governador do PSDB, Reinaldo Azambuja. Na faixa, grande e com destaque, o nome foi grafado como “Ajambuja”. O partido pode indicar o vice na chapa do tucano.

Certinho – Já Neves foi exemplar e não cometeu a famosa confusão com Mato Grosso. Em todas as ocasiões, ele citou “Mato Grosso do Sul”. E até pousou para fotos ao receber a camiseta com a frase: “Mato Grosso do Sul, por favor”.

A Deus – Mulher do deputado federal Reinaldo, Fátima Azambuja fez discurso e pediu oração para Deus proteger os candidatos tucanos. Ela destacou que só pediu saúde porque os candidatos já são competentes.

Mineiro – Aécio Neves disse que os mineiros gostam tanto de MS, que até fundaram a Capital, lembrando que o primeiro morador de Campo Grande, José Antônio Pereira, nasceu em Minas Gerais.

Felicidade – O deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM) disse que o caminho da felicidade inclui a perda de muitos amigos. Apesar de não nominar, muitos entenderam que a declaração significa que ele abandonou a candidatura do primo, o ex-prefeito Nelson Trad Filho (PMDB).

Na escutaVereadores mandaram “espiões” para o evento do tucano Aécio Neves na Capital. Graziele Machado (PR), que já declarou apoio à presidente Dilma Rousseff (PT), enviou uma assessora para sentir o clima. Flávio Cesar (PTdoB), que apóia Aécio mas não Azambuja, foi pessoalmente conferir o clima de pré-campanha.

Agenda – A presidente Dilma Rousseff cancelou a visita a Campo Grande. Com o clima de confronto entre produtores rurais e índios, ela decidiu não correr o risco. No ano passado, o conflito indígena, ainda sem solução a vista, custou-lhe vaias em evento na Capital.

Ministros – Dilma não vem, mas vai mandar representantes. A primeira será a ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campelo, que vem para a formatura de 1,1 mil alunos do Pronatec na segunda-feira.

(colaboraram Kleber Clajus e Marcos Ermínio)

Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions