A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


09/01/2015 06:00

Governo e Fetems se preparam para guerra sobre o novo piso

Edivaldo Bitencourt

Contas – Mesmo sob pressão, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) já avisou que só vai conceder o reajuste dos professores, previsto na lei, após verificar as condições financeiras do Estado. O impacto nas contas será de R$ 12 milhões por mês.

Teste – A Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação) também faz as contas, mas de quanto será o reajuste com o novo piso nacional, de R$ 1.917. A entidade estima que o aumento deve chegar a 25%, quase quatro vezes a inflação dos últimos 12 meses na Capital.

Tribunal de Contas – A novela do Tribunal de Contas do Estado ainda continua. Ontem, o deputado Antônio Carlos Arroyo (PR) entrou com novo recurso no Tribunal de Justiça. Ele quer anular a liminar que impede a sua posse na corte fiscal.

Poderes – A Assembleia Legislativa não deve desistir fácil da briga com o TCE pela indicação de Arroyo. No entanto, a briga vai continuar até 2 de fevereiro, quando assumem os novos deputados e o jogo de força muda no Palácio Guaicurus.

Paz – A disputa pela presidência da Associação dos Municípios deve terminar em acordo. Nos bastidores políticos é dado como certo a desistência de Sérgio Barbosa (PMDB) em favor de Juvenal Neto, prefeito de Nova Alvorada do Sul.

Disputa – Por outro lado, a disputa pela presidência da Assembleia Legislativa vai continuar. Pelo menos, nos próximos dias, Zé Teixeira (DEM) e Junior Mochi (PMDB) continuam na briga pelo apoio dos deputados estaduais.

Prudência – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) decidiu adotar a prudência sobre a suposta bomba encontrada no local da posse dos secretários. Ele disse que só deverá comentar o caso após o laudo sobre a presença de explosivos no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo.

Corrupção – Na posse do novo presidente da Agepen, o governador não fez malabarismo e foi direto ao assunto. Combater a corrupção nas forças de segurança é uma das prioridades do novo Governo.

Parceria – O Governo aposta na parceria com as prefeituras para implementar os mutirões na área de saúde. O titular da pasta, Nelson Tavares, já definiu que as primeiras ações vão começar pelas cidades em que o prefeito ajudar o Governo na implantação dos mutirões.

Partido – Dez meses após assumir a prefeitura, Olarte ainda não conseguiu desalojar Alcides Bernal do comando regional do PP. Sem saída, ele vem buscando um partido que lhe dê sustentação política e garanta palanque para disputar a reeleição em 2016. Entre os grandes, o principal alvo é o PSDB.

Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions