A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


20/07/2016 06:00

Jogo de empurra eterniza convênios considerados ilegais

Waldemar Gonçalves

Demissões confusas – Obrigada a demitir funcionários contratados por meio de convênios declarados ilegais, a Prefeitura de Campo Grande entrou em um jogo de empurra com as conveniadas, a Omep e a Seleta. Segundo a administração municipal, a confusão mais recente, envolvendo terceirizados que constam em uma “lista paralela” de demissões, é da Seleta, que por sua vez culpa a Prefeitura. Criou-se a irreal figura dos demitidos, mas empregados. A questão segue na Justiça e as demissões incertas, para temor dos funcionários.

Briga de comadres – Vídeo que circula nas redes sociais com discussão entre o vereador Ademar Vieira Junior, o Coringa (PSD), e um morador do bairro Los Angeles promete render muito ainda. Depois de publicar o vídeo e ouvir o vereador, o Campo Grande News recebeu a visita do morador, pedindo direito de resposta. Com a outra versão publicada, o advogado de Coringa pede a tréplica. Talvez uma boa conversa resolvesse tudo.

Mistério – Até o fechamento desta coluna, por volta das 20h de ontem, ainda era um mistério o paradeiro da tenente-coronel PM Itamara Romeiro Nogueira, presa por matar a tiros o marido, major da PM. Ela conseguiu no começo da tarde ordem para deixar o Presídio Militar, mas horas depois ninguém, nem o advogado, confirmava se ela estava solta ou ainda na cadeia.

Teatral – Vale lembrar que, dias antes, a oficial da PM, já presa, protagonizou verdadeiro teatro na porta de uma delegacia, quando uma 'atriz' foi usada para disfarçar a chegada da policial para prestar depoimento. Quanto ao caso, a defesa dela alega legítima defesa, enquanto a família dele refuta esta versão e conta que o casal vivia 'de fachada'.

Andando por aí – O presidente estadual do PSD, Antônio Lacerda, disse que lideranças do partido, junto com seu pré-candidato a prefeito, o deputado estadual Marcos Trad, já percorreram muitos bairros da cidade recentemente. A intenção, diz ele, é ouvir reivindicações da população e concluir um plano de governo.

Upgrade de gestão – Nestas andanças, a impressão é de que a cidade precisa de um ‘upgrade’ de gestão. Lacerda afirma que existem muitas reclamações em função das condições da cidade. "Antes, tínhamos orgulho da nossa cidade, agora o que vemos é o contrário, diversos problemas".

Foco nas principais – O chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Sérgio de Paula, lembra que o foco do PSDB nas próximas eleições são as principais cidades de Mato Grosso do Sul, leia-se Campo Grande, Dourados e Três Lagoas, pela natural importância no desenvolvimento estadual. "Queremos levar investimentos e projetos em parceria com os futuros prefeitos, que sempre é importante".

Cafezinho para defesa – Vários denunciados da Operação CoffeeBreak apresentaram suas defesas à Justiça, algumas com certas peculiaridades. No caso do ex-prefeito NelsonTrad Filho e do vereador Otávio Trad, ambos do PTB, as defesas são mais sucintas, bem diferentes da apresentada pelo empresário Carlos Naegele, por exemplo, que cita até homenagens e honrarias recebidas.

Trabalho extra – Já os vereadores Airton Saraiva (DEM) e Edson Shimabukuro (PTB) apontam outros rendimentos familiares como justificativa às movimentações bancárias. O vereador Waldecy Batista Nunes, o Chocolate (PTB), ressalta nunca ter indicado cargo nenhum, enquanto Eduardo Romero (Rede) relembra a trajetória de quem começou “por baixo” e sempre cuidou do meio ambiente.

Acusação rejeitada – A unanimidade, porém, é que todos tentam descaracterizar a denúncia, alegando falta de provas consistentes, a chamada “justa causa”. O procurador da Câmara Municipal, André Scaff, por exemplo, alega que seu cargo prevê pareceres jurídicos e isso é polêmico. Na defesa, ele diz que chamar o empresário João Amorim de chefe era apenas para estabelecer um contato mais “amigável”.

(com Alberto Dias, Leonardo Rocha, Michel Faustino e Mayara Bueno)

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions