A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


29/01/2018 06:00

Juiz autoriza "férias" de Delcídio em SC

Ângela Kempfer e Kleber Clajus

Curtindo o Carnaval - O ex-senador Delcídio Amaral foi autorizado a passar férias em Florianópolis com as filhas e a esposa. Ele vai ficar 15 dias em Santa Catarina e curtir o Carnaval. O acordo de delação premiada estabelece que Delcídio tem de ficar em recolhimento domiciliar em Campo Grande, mas já permitia viagens em dois fins de semana mensais.

Juiz camarada - A autorização foi dada pelo mesmo magistrado que determinou a apreensão do passaporte do ex-presidente Lula na quinta-feira passada, Ricardo Leite. Delcídio alegou que uma das filhas faz aniversário e por isso a  família estará em Florianópolis entre os dia 5 e 20 de fevereiro.

Sob pressão – Durante feira de calçados, no Centro de Convenções Albano Franco, governador e prefeito foram convidados a medir a pressão arterial. Reinaldo Azambuja (PSDB) até mudou o semblante ao ver o resultado no aparelho eletrônico de aferição: 17/10. Marquinhos Trad (PSD) também não teve um resultado bom, mas esperto, tirou a prova dos 9 em outro equipamento disponível e de 15/10 melhorou um pouco e conseguiu um 14/9.

Justificativa – O governador explicou que havia esquecido de tomar remédio para hipertensão. Ele ainda brincou com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, por ter resultado superior ao dele de 14/8.

Sapatão – Um dos destaques do evento foi botina tamanho 63. Azambuja não perdeu oportunidade de 'trolar' Verruck perguntando se o calçado caberia no pé do secretário que calça 21 números a menos. Empresário explicou aos dois que o par estava prometido para rapaz de 2,37 metros, que reside na Paraíba, mas não poderia deixar de trazê-lo ao evento em Campo Grande.

No domingo – Marquinhos Trad implementou reuniões de planejamento semanal nas tardes de domingos, no Paço Municipal. Segundo ele, a ideia consiste em organizar o fluxo de trabalho com entre três e quatro secretários por vez.

Empresa limpa - O Brasil comemora hoje (29) 4 anos da Lei Anticorrupção, que pune empresas acusadas de atos ilícitos contra a administração pública. Nesse tempo, o governo federal iniciou 183 processos contra a iniciativa privada, mas é claro que o boom só veio depois da Lava-Jato. Apenas em 2017, 153 ações foram abertas e até agora elas só renderam 30 penalidades.

Fila inversa - Se analisados os dados, também se percebe que o maior objetivo foi o caixa do governo. Os órgãos que mais utilizaram a norma para investigar grupos privados foram os ministérios da Fazenda, com 62 processos e de Minas e Energia, com 42. A Saúde e os Transportes, dois dos maiores gargalos da corrupção, geraram apenas 34 e 5 processos, respectivamente.

Preto no branco - Nesta semana também se comemora o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo (28 de janeiro). Entre 2003 e 2017, mais de 43.4 mil pessoas foram resgatadas em situações análogas a escravidão no Brasil, 77,28% deles são negros ou indígenas.

Elas por elas - Dois números mostram dois lados da moeda na questão feminina. Mato Grosso do Sul e o quinto no País com número de mulheres com recém-nascidos em presídios. São 15 gestantes e 16 lactantes. Por outro lado, as mulheres ganham espaço de comando no setor rural. A participação delas na administração de propriedades rurais passou de 10% para 30%, aponta IBGE.

MS é líder de grana para a celulose
Menina dos olhos – Mato Grosso do Sul segue como o estado com mais previsão de investimentos da indústria da celulose. Projeção da Ibá (Indústria Bra...
Os presos da Lama Asfáltica em números
1 mês – Nesta segunda-feira (19), o ex-governador André Puccinelli (MDB), o filho dele André Puccinelli Júnior e o advogado João Paulo Calves complet...
Rotatória da Coca-Cola e a falta de educação
Boca-suja– O diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Janine de Lima Bruno, contou nesta semana que mudanças na confluência ent...
MDB teve divisões sobre Mochi candidato
Opinião – O deputado Eduardo Rocha (MDB) admite que a escolha de Junior Mochi para candidato na legenda não teve consenso desde o início, após a desi...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions