A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Setembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


01/09/2017 06:00

Manifestante que depreda deve ressarcir, defende Marquinhos

Marta Ferreira

Opinião – Indagado sobre o decreto baixado, e parcialmente revogado, pelo Governo do Estado, exigindo autorização para manifestações no Parque dos Poderes, o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, disse que não adotaria a mesma medida. Advogado, comentou que é direito de todo mundo protestar e reivindicar.

Mas... - Apesar de dizer que, em princípio, não restringiria as manifestações, Marquinhos comentou que existem manifestações e ‘manifestações’. Algumas, lembrou, têm registros de depredação do patrimônio.

Como resolver? - Para o prefeito, o ideal seria liberar protestos, mas definir uma regra de ressarcimento. Segundo a ideia, em caso de depredação de patrimônio público, o responsável teria de arcar com as despesas e arrumar o que foi estragado.

Não quero - O deputado estadual Pedro Kemp (PT) já mostrou que vai ser um dos maiores opositores do programa Escola sem Partido na Assembleia Legislativa. Para ele, a matéria é uma “mordaça” aos professores e por isso vai combater a proposta apresentada aos deputados estaduais.

Alerta – Paulo Siufi citou que quando apresentou a proposta na Câmara o então prefeito Alcides Bernal (PP) aproveitou a polêmica para 'desviar o foco da sua administração”. Segundo o peemedebista, Bernal “usou a história para esquecerem dos buracos'. Na Câmara, a proposta não vingou.

Vamos conversar - Mara Caseiro, autora do projeto na Assembleia, diz que está aberta ao debate, mas avisou: não vai admitir ofensas ou desrespeito. 'Que venham aqui debater e trocar informações'.

Gostou - O advogado constitucionalista André Borges elogiou um aspecto da operação Antivírus, que derrubou a cúpula do Detran nesta semana. Para ele, não houve pirotecnia, nem vazamentos seletivos. “Isso é muito positivo”.

Nova postura – Defensor de um dos envolvidos, Borges argumenta que a pessoa, mesmo investigada, é considerada inocente “até que se prove o contrário”. Para ele, o Gaeco passa por novos tempos, com a mudança dos integrantes.

Exceção – Ainda na visão do jurista, prisão é algo “muito excepcional” e foi por isso que o Tribunal de Justiça colocou todo mundo em liberdade. “Não havia nada extremamente grave para mantê-los presos”

Culinária - O ministro Sérgio Etchegoyen foi recebido para almoçar no apartamento do governador Reinaldo Azambuja com uma iguaria regional. Provou, e gostou, de um pintado dos rios do Estado.

Sete meses após viagem polêmica, Dácio de volta
De volta -Depois de ser demitido da prefeitura de Campo Grande após uma polêmica viagem para o Rio de Janeiro, durante o Carnaval, em dia de expedien...
Durante agenda na Capital, Blairo "bloqueia"' pergunta
Nada a declarar – Durante evento no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, o ministro da Agricultura e Pecuária, Blairo Maggi, recusou-se a respo...
Vice está perto do prefeito, diferente de antecessores
Outros tempos - A administração de Marquinhos Trad (PSD) está rompendo um padrão de décadas na relação entre o titular e o vice. Um exemplo disso é q...
Repercussão de ação contra quadro divide deputados
Quadro da discórdia - Quase uma semana depois, ainda rende nos bastidores da Assembleia a polêmica intervenção de deputados que foram à polícia contr...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions