A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


07/11/2012 06:00

Meia volta volver

Jogo Aberto

Não deu
Depois de disputar, e não ganhar a eleição, ex-candidato tentou cavar uma vaga no Governo do Estado. Pois na reunião em que o pedido seria feito, foi surpreendido por uma saia justa: o alvo do pedido apareceu, de propósito, usando uma camiseta com dizeres que faziam chacota da derrota do partido dele para a legenda do interessado no carguinho, no interior. O jeito foi sair de fininha.

Fugindo?
O prefeito eleito de Campo Grande, Alcides Bernal, saiu correndo de reunião ontem (6) na Câmara Municipal, onde se reuniu com vereadores. A “fuga” frustrou pelo menos seis veículos de comunicação e jornalistas que o aguardavam para entrevista, mas acabaram saindo sem uma palavra do prefeito eleito.

Primeiro ministro
Um dos mais próximos a Bernal nesta fase de transição, o vereador Athayde Nery (PPS) mostrou comportamento que assemelhava a um porta voz do prefeito. Ao celular, depois da saída do progressista, ele parecia conversar com o novo prefeito da Capital e recebia recomendações de quais informações repassar aos jornalistas.

Pista
A proximidade dá sinais de que Nery deverá ocupar lugar de destaque na administração de Bernal, que prometeu anunciar esta semana parte da equipe de transição.

Sessão piada
Antes da chegada de Bernal, o presidente da Casa, vereador Paulo Siufi, brincou com a demora para que o progressista se reunisse com os parlamentares. Segundo ele, o chefe do Executivo na Capital a partir de 2013 deveria estar indo de trenó. Pouco tempo depois, o prefeito eleito chegou à Câmara.

Sessão piada 2
“Mas na Câmara não tem chaminé e ele não poderá entrar”, prosseguiu Siufi. Perguntado por jornalistas se Bernal iria mesmo à Casa de Leis, o peemedebista voltou a brincar. “Deve estar no pólo norte tentando congelar o IPTU”.

Trocadilho
Durante a votação do projeto que pôs fim à reeleição na Mesa Diretora da Câmara, o vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão, votou sim, mas fez um trocadilho para comparar a eleição de Bernal em Campo Grande. Segundo o parlamentar, a matéria aprovada é positiva pela mudança, no entanto, a “palavra mudar às vezes é retrocesso”. “Nem tudo que é novo é bom”.

Indefinido
O deputado federal Reinaldo Azambuja, que foi candidato pelo PSDB à Prefeitura de Campo Grande, disse que ainda não conversou o prefeito eleito para discutir o espaço que seu partido pode ter na próxima administração.

Agenda
O tucano comentou que nem sabe quando as conversas terão início e que até o final do ano se concentra nas votações em pauta na Câmara Federal.

Pode ser
Azambuja também disse que não foi convidado pelo progressista para uma viagem para São Paulo, que poderia ser feita no intuito de conhecer a gestão de saúde desenvolvia por aquele Estado. Contudo, disse que, caso haja disponibilidade em sua agenda parlamentar, toparia o convite.

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



Athayde Nery e Luiza Ribeiro estão há 30 anos na politica.
Já estiveram com Zeca qdo governador, com Puccinelli 2 mandatos prefeito, com Nelsinho 2 mandatos. Com Puccinelli 2 mandatos governo do MS.

O cumulo do absurdo ou cegueira do eleitor; Luiza depois de 5 anos junto com Nelsinho na Funsat e pior, seu marido atual Sec. de Esportes do André, como pode fazer campanha dizendo que Puccinelli é ditador?
 
Márcio Santos em 07/11/2012 09:13:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions