A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


08/09/2018 07:00

MS é disputado por presidenciáveis

Anahi Zurutuza

Três visitas – Mato Grosso do Sul recebeu nesta semana a visita de três candidatos à presidência. Geraldo Alckimin (PSDB), João Amoêdo (Novo) estiveram no Estado na quinta-feira e Álvaro Dias (Podemos) veio ontem para disputar o voto do sul-mato-grossense.

Sem agenda – Jair Bolsonaro (PSL) viria a Mato Grosso do Sul antes do 1º turno das eleições, segundo fonte ligada ao partido. Não havia data marcada, mas a intenção de organizar uma agenda para o presidenciável no Estado. Agora que o candidato se recupera de cirurgia após ter sido esfaqueado em passeata, a possibilidade é mais remota.

Homem de Ferro – Tinha tudo para dar confusão. Ânimos exaltados, troca de insultos e no meio dos dois protestos, o Homem de Ferro. O grupo do Grito dos Excluídos, tradicional protesto promovido pelos movimentos sociais e sindicatos no Dia da Independência, ficou frente a frente com apoiadores de Bolsonaro neste 7 de Setembro na Capital. A pessoa fantasiada de super-herói chamou a atenção. Quem seria o Homem de Ferro no meio da confusão?

Sujeira – Material de campanha distribuído por candidatos que aproveitaram o movimento do desfile do Dia da Independência engrossaram o rastro de sujeira deixado pela plateia. Além dos copinhos e garrafinhas de plásticos, os tais santinhos ficaram espalhados pelo chão.

Juvenil - Relator do projeto do Plano Diretor de Campo Grande, o vereador William Macksoud (PMN) aposta que o polêmico projeto possa ser votado já na próxima semana. Já o presidente da Casa de Leis, João Rocha (PSDB), pontuou que o prazo firmado ocorre porque “ele é um jovem vereador”.

Olha o flash – Nesta semana, Rocha brincou com jornalista para que sua foto mostrasse seu lado mais fotogênico “se não, você acaba comigo, afinal de contas sou viúvo”.

Entra na fila - Ainda em tom de brincadeira, o presidente da Câmara que não sabe sobre sua cotação na praça, mas que deixou para a vereadora Dharleng Campos (PP) fazer “o controle da lista”.

Mayday! – O vereador Hederson Fritz (PSD), visivelmente preocupado, busca dados sobre transferências de saúde em suplementação aprovada de R$ 59,8 milhões. Ele disse não ter recebido informações suficientes, apesar da sua publicação no Diário do Legislativo, contudo votou favorável a medida.

Mais uma vez – Mesmo com leis já aprovadas, vereadores insistem em propor textos similares duplicando a legislação existente. O presidente da Câmara disse que o melhor é que isso não aconteça e que novos projetos anulam os anteriores, porém ainda fez graça dizendo que “havendo, é sinal que é um bom projeto que está passando três, quatro, cinco vezes”.

Outras medalhas – Ao menos dez novas medalhas devem ser criadas pelo Legislativo Municipal para homenagear diferentes profissionais. Como justificativa, João Rocha pontuou que a Casa de Leis tem que reconhecer o mérito das pessoas que contribuem com o desenvolvimento da cidade nas mais diversas áreas. Só que isso tem seu custo.

(Com Kleber Clajus)

Mesários temem eleição mais problemática
Prepara – Trabalhar em eleição sempre provocou reclamação de parte dos mesários convocados, chegam a 25 mil em MS. Neste ano, há, ainda, um clima de ...
Tensão domina julgamento de oficial da PM
Bravos - Foi cheio de troca de farpas o julgamento do tenente-coronel Admilson Cristaldo Barbosa, um dos alvos da Operação Oiketicus, que apura o env...
Delegacia que municiava Odilon vai investigá-lo
Distribuição – O inquérito aberto pela Polícia Federal para investigar as afirmações de Jedeão de Oliveira contra o ex-chefe, o juiz aposentado Odilo...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions