A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


09/11/2012 06:00

Não vai rolar

Jogo Aberto

Não vai rolar
Depois de voltar de Brasília, o governador André Puccinelli mostrou pessimismo quanto aos ressarcimentos da Lei Kandir, que isenta de impostos produtos destinados à exportação, entre eles a soja. Segundo ele, o Governo Federal não deve ressarcir Mato Grosso do Sul no ano que vem.

Mais de um ano
O governador comentou, ainda, que, na quarta (7), esteve no Ministério dos Transportes, em Brasília (DF), para cobrar o cumprimento do Governo Federal da parte que cabe a União à obra do contorno ferroviário de Três Lagoas. Segundo ele, o Estado já havia cumprido sua parte desde outubro do ano passado.

E o salário

André brincou ontem (8), durante formatura de médicos legistas da Polícia Civil, com uma das policiais que comemorava aniversário. O chefe do Executivo Estadual disse que a nomeação seria um presente para a aniversariante, no entanto, fez uma ressalva, porque há muito trabalho. “E o salário, ó!”, completou, fazendo o sinal, famoso do personagem Professor Raimundo, de Chico Anysio.

Não posso contar

Ainda na solenidade, Puccinelli voltou a brincar ao microfone. Iniciou a fala para abordar o exame de corpo de delito, mas, recuou, e disse que não poderia falar sobre o tema porque “se tratava de segredo de Justiça”, confidenciado pelo secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini.

Vereadora
Especulada para virar secretária a partir do ano que vem, a vereadora eleita de Campo Grande, Carla Stephanini, fez questão de garantir que sua intenção é cumprir o mandato no Legislativo.

Estudo
O vereador Paulo Siufi, presidente da Câmara, revelou que, na semana que vem, estudo será entregue, por uma empresa contratada, para apontar quais serão as intervenções necessárias no prédio do Legislativo para comportar os novos vereadores a partir de 2013.

Opção
A alternativa de alugar um novo prédio para acomodar os servidores administrativos da Casa continua como saída mais viável.

Volta dos que não foram?
Especulações a alguns arranjos podem fazer dois vereadores que não conseguiram se reeleger voltar à Câmara de Campo Grande a partir do ano que vem: Magali Picarelli e Marcos Alex.

Possibilidades
Primeiros suplentes em suas coligações, Magali poderia voltar caso vereadores como Paulo Siufi e Carla Stephanini virassem secretários. No caso de Alex, o retorno ocorreria se um dos vereadores de seu partido, como Thaís Helena ou Zeca do PT, também assumissem secretarias na gestão de Alcides Bernal.

Eu não

Apontado entre os candidatos que querem disputar a presidência da Câmara dos Vereadores de Campo Grande, o vereador Mário César (PMDB), disse ontem que é "tão candidato" quanto todos os outros 29 parlamentares que assumem em janeiro. Ele negou, também, ter pedido o apoio do governador André Puccinelli para a disputa.  

 

Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions