ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 19º

Jogo Aberto

Novo milionário de MS já está com R$ 27 milhões “no bolso”

Por Anahi Zurutuza e Jéssica Benitez | 16/07/2022 07:00
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Dinheiro no bolso – O ganhador da Mega-Sena, que fez a aposta na Lotérica Zebrinha, de Dourados (MS), já resgatou o prêmio. De acordo com a Caixa Econômica Federal, o “saque” dos R$ 27 milhões foi nesta sexta-feira (15). O banco não informou o local do resgate, que pode ser em qualquer agência do Brasil.

Empresa de ferro – A Vale informou que concluiu, nesta sexta-feira (15), a venda de seus ativos do Sistema Centro-Oeste para a J&F Mineração Ltda., com o recebimento de US$ 150 milhões. O Sistema Centro-Oeste inclui as empresas de minério de ferro, minério de manganês e logística, em Corumbá (MS). Entre outras dívidas, o comprador também assumirá as operações com todos os funcionários do conjunto de ativos. A transação toda envolve cerca de US$ 1,2 bilhão.

Agenda – A Câmara Municipal entra em recesso hoje (16) e volta com as sessões para votar projetos e outras reuniões no dia 31 deste mês. Para a volta das “férias”, vereadores já tem programação. Vão homenagear seus escolhidos em sessão solene, que ocorre anualmente.

Título - Um dos escolhidos para receber título de cidadão campo-grandense pelo vereador Gilmar da Cruz (Republicanos) é o paulistano, médico veterinário e pecuarista Fernando de Barros Bumlai. Ele é filho de José Carlos Costa Marques Bumlai, que foi condenado a 9 anos de prisão pela Lava Jato, em 2016, por crimes como gestão fraudulenta e corrupção passiva.

Influente - O pai sempre foi considerado influente na política de Mato Grosso do Sul. A homenagem mostra que o filho segue pelo mesmo caminho. O vereador Gilmar justifica que Fernando dedicou-se ao agronegócio, foi assessor da reitoria da Uniderp, atualmente é diretor executivo da Faculdade Insted, que pertence à família, e dedicou-se “na defesa e nos direitos da população campo-grandense”.

Novos eleitores – Mato Grosso do Sul “ganhou” 5 eleitores entre junho e julho. Conforme os dados atualizados, divulgados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) nesta sexta-feira (15), o Estado tem hoje 1.996.510 aptos a votar. Em junho, eram 1.996.505.

Sem fundos – O Rede Sustentabilidade de Campo Grande vai seguir sem fundo partidário e fundo especial de financiamento de campanha. A Justiça Eleitoral negou recurso ingressado pela sigla pedindo reversão da sentença que desaprovou as contas do partido referentes a eleição de 2020.

Mais uma – Também não obteve sucesso no pedido de reversão de sentença para Gabriel Pinheiro, que foi candidato a prefeito de Juti pelo Podemos. O jovem teve suas contas de campanha reprovadas e foi multado em R$ 8 mil, valor que deve devolver ao Tesouro Nacional.

Justificativa – No recurso, Gabriel alegou que documentos bancários não foram entregues em razão de atraso da agência, no entanto, segundo decisão da Justiça Eleitoral, o rapaz também perdeu prazo para interpor o recurso. Ele só ingressou com o pedido uma semana após o permitido.

Homenagem – Ocorre na manhã deste sábado, no centro de Campo Grande, ato ecumênico em homenagem ao petista Marcelo Arruda, morto no fim de semana passado por um apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL). Segundo a organização, o cortejo será a favor da vida e da democracia.

Nos siga no Google Notícias