A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


07/02/2011 06:00

Torcedor assíduo

Jogo Aberto

O prefeito eleito Murilo Zauith (DEM) declarou à Justiça Eleitoral patrimônio de R$ 7.351.791,04. Pode não ser tanto se comparado ao do deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), que tem R$ 31,9 milhões, mas é muito maior do que o dos três candidatos derrotados, que juntos não chegam a R$ 200 mil.

Murilo só esperou o final da votação ontem para falar como prefeito eleito. Não fez questão de aguardar alguns minutos a mais para ver o resultado. Para ele, a espera já havia sido longa demais. Ele havia disputado a Prefeitura de Dourados em 2000, quando perdeu para Laerte Tetila (PT), e em 2008, quando foi derrotado por Ari Artuzi (na época no PDT).

Assim que foi eleito, Murilo começou a receber várias mensagens de congratulação. Entre elas, a do governador André Puccinelli e uma da senadora Marisa Serrano (PSDB). "Passei mensagem ao Murilo Zauith, congratulando pela eleição. Tenho certeza de que agora Dourados estará em boas mãos e o povo será mais feliz", disse a tucana.

Além de eleitor de Murilo Zauith, o ex-prefeito Ari Artuzi, acusado de ser o mentor dos crimes de fraude em licitações e pagamentos de propinas em Dourados, chegou ao local de votação em um carro com adesivo de campanha do democrata.

O novo presidente do TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral), Desembargador Josué de Oliveira, e os Juízes Eleitorais da 18ª Zona Eleitoral, José Domingues Filho, e da 43ª, Dileta Terezinha, fizeram questão de acompanhar as votações de perto, até mesmo nas aldeias indígenas.

Após o Jogo Aberto publicar, sob o título “lista sem fim”, nomes de 19 pré-candidatos a prefeito de Campo Grande, alguns leitores correram para responder a pergunta feita na mesma nota: “faltou alguém?”. Esquecemos de Athayde Nery (PPS), Iara Costa (PMN) e Antonieta Amorim Trad (PMDB). E deve ter mais.

Após ter recebido convite para cantar em bar e ter aparecido na televisão e em diversos jornais, o mendigo cantor Mario Dipapidis, descoberto nas ruas de Campo Grande, está sendo procurado por produtor musical do Rio de Janeiro para gravar um disco.

Ganhador de um Televisor LCD no “Nota Morena dá Prêmios“ - que contempla quem contrata serviço dos estabelecimentos emissores de nota fiscal de serviço eletrônica - achou que estava sendo vítima de um golpe de presidiários ao receber a notícia de que tinha sido sorteado. Só acreditou quando ligou para a Prefeitura para perguntar se era verdade.

Escombros de uma torre de operadora de telefone celular que desabou no dia 27 de setembro de 2010, em Três Lagoas, por conta de ventania, continuam no mesmo local, em uma área residencial, bem perto do centro, incomodando os vizinhos.

Apesar das atividades como presidente da Fundação Municipal de Esporte, Carlos Alberto de Assis não perde um jogo do Comercial, time da qual é presidente. No sábado, ele foi a nova Alvorada acompanhar um amistoso contra a seleção local, como preparativo para a estreia na Copa do Brasil, contra o Vasco.

Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions