ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 22º

Jogo Aberto

Paulo Correa usa "feriadão" para visita a obras

Por Gabriela Couto | 24/03/2021 06:00
Paulo Correa e André Borges, presidente do Imasul, durante visita a obra. (Foto: Divulgação)
Paulo Correa e André Borges, presidente do Imasul, durante visita a obra. (Foto: Divulgação)

In loco – O presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa aproveitou a semana de atividades suspensas na Casa de Leis para percorrer o Parque dos Poderes. Nesta terça-feira (23), foi olhar as obras da nova clínica veterinária do CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), acompanhado do diretor-presidente do Imasul, André Borges Barros de Araújo.

Mais um – Depois de vários deputados estaduais com casos positivos de covid-19, nesta semana mais um político entrou para a estatística da pandemia. O positivo da vez é o primeiro secretário da Mesa Diretora, Herculano Borges (Solidariedes).

Passa bem – Assim com o colega Gerson Claro (PP), o parlamentar também está em fase de recuperação com exercícios de fisioterapia. Nas redes sociais, Herculano tem feito um diário virtual da rotina de atividades para voltar a respirar melhor.

Presencial – Herculano era um dos poucos deputados estaduais que participava das sessões mistas indo à Assembleia. Ele lia a ata e contava o número de votos. Mas na última semana quem esteve na função foi a colega Mara Caseiro (PSDB).

Igreja – Herculano, integrante da bancada evangélica, foi autor do projeto de lei que tornou celebrações religiosas como serviço essencial no Estado.

 Premonição - O senador Nelsinho Trad (PSD) postou no Twitter   lembrança de um ano atrás. Ele foi o primeiro senador a contrair covid-19 e mostrou preocupação quanto aos colegas na época. “Quero ver como vai ser quando morrer um aqui”.

Em luto – De lá para cá, há são três parlamentares mortos pela doença, que está em seu pior momento no País. A lembrança de Nelsinho foi para lamentar a morte de Major Olímpio, na semana passada, aos 58 anos.

“Disposto” – Luiz Henrique Mandetta (DEM), mesmo sem cargo público desde abril do ano passado, continua em evidência, cada vez mais de olho em 2022. Agora, quando perguntam sobre possível candidatura à presidência da República, se mostra mais à vontade. Antes, disfarçava a intenção.

 “Tem que se posicionar” – Em entrevista ao MBL nesta segunda-feira (22) ele disse que não gosta dessa candidatura de Centro. “É uma candidatura de muro de quem não tem opinião. Precisamos de alguém sensato e que converse com todo mundo.”

Homenagem – o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) sancionou a lei que denomina “Deputado Roberto Orro” a rodovia MS-352, entre Terenos e Corguinho. O projeto de lei foi apresentado pelo deputado José Carlos Barbosa (DEM).

Memória – A lei homenageia o parlamentar aquidauanense, que é pai do deputado estadual Felipe Orro. O político, quatro vezes parlamentar estadual, morreu em novembro do ano passado.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário