A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


05/08/2017 07:00

Pedro Taques arranca risadas em evento na Capital

Marta Ferreira

Interessado– Durante a coletiva de imprensa do Fórum dos Governadores do Brasil Central, realizado em Campo Grande nesta sexta-feira (4), o governador do Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), pegou carona em pergunta dos jornalistas ao presidente do BNDES, Paulo Rabello. A curiosidade era sobre a renegociação de dívidas dos Estados.

Também quero saber - Quando o repórter questionou ao presidente do banco sobre a quantas anda o processo de prolongamento da dívida, o chefe do estado vizinho, ao passar o microfone para o dirigente, aproveitou e completou: “isso eu também quero saber”. A atitude de Taques, em tom bem humorado, arrancou a risada dos demais governadores.

Apertado - O governador do Mato Grosso protagonizou outro momento engraçado. Saiu de uma das salas do Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo a passos largos. Abordad, explicou o motivo: precisava ir ao banheiro urgentemente.

Paradinha - Com muitos assuntos em pauta na reunião, a ida das autoridades ao toalete foi aliada dos repórteres durante o evento do bloco econômico regional. A cada saidinha, era uma pergunta. 

Otimista - O presidente do BNDES disse que o Brasil tem todos os ingredientes para crescer de 3% a 4% em termos este ano. O é índice superior ao que o mercado estima, que é de 1%.

Setor importante – Rabello comentou que o País ‘ostenta’ no agronegócio e tem U$ 370 dólares na reserva internacional, realidade bem diferente de uns anos atrás, disse. Ainda afirmou que a única coisa que falta é “vergonha”, já que 1% não pode ser considerada taxa de crescimento em um país com as características que disse ter o Brasil.

Excluído - Recém integrado ao consórcio Brasil Central, o Maranhão ficou fora do material de divulgação do evento em Campo Grande. O banner colocado na fachada só tinha a sigla dos outros cinco estados.

Não veio - O governador maranhense, Flávio Dino (PCdoB), também não apareceu para o encontro do O consórcio ao qual aderiu recentemente. Mandou o vice, Carlos Brandão.

Memória - O Prefeito Marquinhos Trad, durante entrega de posto de policiamento na Lagoa Itatiaia, recordou os velhos tempo de menino. “Vinha muito aqui quando a lagoa ainda chamava Lagoa do Cará, e fugia do olhar de meus pais para namorar”

Doces - O prefeito deu uma nota de R$ 100 para uma vendedora de alfajor que estava no evento. Ele me deu dinheiro e disse para distribuir os doces para o público. Também queria comprar a sacola, mas não vendi porque é do meu filho”, ela contou.

(Com Lucas Junot, Anahi Gurgel e Mayara Bueno)

MDB teve divisões sobre Mochi candidato
Opinião – O deputado Eduardo Rocha (MDB) admite que a escolha de Junior Mochi para candidato na legenda não teve consenso desde o início, após a desi...
Senador critica "descaso" com Paraguai
Vizinho desprestigiado – O ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo, e o senador Pedro Chaves (PRB/MS) foram os dois únicos representantes de ...
Campanha tucana atrai 75% dos prefeitos
Apoio – Enquanto o MDB, antigo aliado histórico do PSDB, patinou para fechar sua candidatura do governo do Estado, os tucanos contabilizam adesões. N...
Dois anos após "febre", Uber perde motoristas
Debandada – Quase dois anos depois de chegar a Campo Grande, e depois de muita polêmica, a plataforma de transporte por aplicativo mais conhecida, a ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions