A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


09/07/2016 07:00

PF dá tratamento diferenciado a empresário preso

Waldemar Gonçalves
Giroto e Scrocchio foram apertadinhos no porta-malas da viatura da PF (Foto: Marco Miatelo / Diário Digital)Giroto e Scrocchio foram apertadinhos no porta-malas da viatura da PF (Foto: Marco Miatelo / Diário Digital)
Já João Amorim foi transportado no banco de trás do carro dos federais (Foto: Amanda Bogo)Já João Amorim foi transportado no banco de trás do carro dos federais (Foto: Amanda Bogo)

Privilégio? – Um detalhe chamou a atenção na recente chegada de figurões presos pela Polícia Federal ao complexo penitenciário de campo Grande: o tratamento diferenciado dado a um deles. Edson Giroto e seu cunhado, Flávio Scrocchio, chegaram ao Centro de Triagem na quinta-feira (7) dentro do porta-malas da viatura dos federais. Ontem à tarde, o empreiteiro João Amorim desembarcou pelo banco de trás. A PF não explicou o suposto ‘privilégio’ ao empresário.

Festa na cela 17 – João Amorim engrossou um time de detentos que tem político, engenheiro, empresário e procurador no mesmo espaço, já conhecido como "a cela 17". Cômica analogia à famosa música "Suíte 14". O local é simples e contrasta com a vida de luxo de seus integrantes. Gente que já comprou muita joia na vida e que hoje pode estar sonhando apenas com uma tornozeleira eletrônica.

Colchãozinho – Mas, Amorim nem chegou a esquentar o colchãozinho levado por seu advogado até a cela 17. Mais do que a 'joia' da liberdade, conseguiu habeas corpus para deixar a prisão – o que poderia ocorrer a qualquer momento, até o fechamento desta coluna. A decisão, inclusive, deve se estender aos outros dois citados colegas de cela.

Corte geral – Esta semana, assessores que prestam serviços à Petrobras foram desligados em vários estados. Em Mato Grosso do Sul, a assessoria de comunicação foi extinta em fevereiro, junto com Maranhão e Sergipe, onde obras também foram suspensas. Com nova a nova presidência, a ordem continua sendo "economizar e reduzir".

Falando nisso – Em Três Lagoas, a obra da maior fábrica de fertilizantes do Brasil completa um ano e meio paralisada. Na cidade, credores ainda se mobilizam para promover audiência e tentar receber dívidas do consórcio construtor. Com mais de 70% concluída e sem previsão de retomada, a obra recebe apenas cuidados de manutenção.

Vacinas – Novas denúncias apontam retirada irregular e venda de vacinas de postos de saúde de Campo Grande. Uma delas apontava comércio ilegal de doses em residência na Mata do Jacinto. Com mandado de busca e apreensão em mãos, policiais bem que tentaram um flagrante, mas já não havia nada no local.

Risco de cassação – Embora continue a gritar na tribuna, o vereador Roberto Durães (PSC) mantém silêncio junto à imprensa e, nas sessões da Câmara da Capital, passa bem longe de jornalistas. Ele acaba de ser notificado pela Comissão de Ética da casa e tem até o dia 25 para se defender sobre discurso em que disse conhecer intimamente a mãe do prefeito, Alcides Bernal (PP).

Tchau, Cunha – O deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM) ponderou que, com a saída de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da presidência da Câmara dos Deputados, muitos parlamentares se interessem pelo cargo e comecem a articulação neste fim de semana. O cenário deve se afunilar, ficando apenas três opções no dia da votação. "O Poder Legislativo precisa voltar a funcionar".

Estando sozinho – Que o PT está esfacelado por conta da Lava Jato não é novidade. Mas, em Campo Grande, dá indícios de que pode ruir a ideia do vereador Marcos Alex de ser o candidato petista à Prefeitura. O deputado federal José Orcírio, o Zeca do PT, por exemplo, diz não acreditar que o correligionário se lançará candidato “estando sozinho”.

Conversas – Segundo Zeca, o PT tem conversado com outros partidos de esquerda, inclusive com o também deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT), outro pré-candidato a prefeito. Mas, até o momento, não está definida uma aliança.

(com a redação)

Gaeco tem suspeita de vazamento
Desconfiança – O Gaeco (Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado), responsável pela investigação que aponta envolvimento de policiais militare...
DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions