A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


24/05/2014 07:00

PF fica sem farda na Copa

Edivaldo Bitencourt

Sem farda – Policiais federais de Mato Grosso do Sul que vão reforçar a segurança na Copa do Mundo em Curitiba e Cuiabá não vão ter direito a farda nova. Segundo o presidente do sindicato, Jorge Caldas, eles vão ser obrigados a colocar a mão no bolso para comprar um terno novo.

Mão de vaca – A Fifa vai pagar fardamento novo apenas para os integrantes das Forças Armadas. A revolta dos policiais federais é que todos vão receber para trabalhar, mas apenas os militares terão uniforme novo.

Guerra – O ministro Admar Gonzaga Neto, do Tribunal Superior Eleitoral, prevê que a liberdade de expressão será plena no Facebook. Se por um lado todo mundo poderá falar o que quiser, ele alertou que a guerra suja, com ofensas e calúnias, será maior na rede social neste ano.

Experiência - O prefeito Gilmar Olarte (PP) não perdeu tempo e foi ouvir a voz da experiência ontem. Jovem, ele foi ouvir uns conselhos do ex-governador Pedro Pedrossian, que governou o Estado por duas vezes e ficou famoso pelas obras emblemáticas e monumentais.

Irritação – O governador André Puccinelli (PMDB) não escondeu, ontem, a irritação com o desfalque da segurança pública com a realização da Copa do Mundo no Brasil. Ele disse que só vai mandar policiais militares porque não tem como negar. “Será o mínimo possível”, reforçou o peemedebista

Licença – Puccinelli voltou a destacar a lealdade a fada madrinha, como se refere carinhosamente à presidente da República, Dilma Rousseff (PT). Ele disse que se o PMDB nacional romper com o PT, vai se licenciar para fazer campanha para a petista no Estado.

Democracia – O governador também defendeu a liberdade de quem quiser apoiar a candidatura de Eduardo Campos para presidente. Ele disse que Nelsinho Trad (PMDB), pré-candidato a governador, tem liberdade para fazer campanha para o socialista, já que a sigla deve indicar o candidato a vice-governador na sua chapa.

PR – O Partido da República deve decidir no início da próxima semana se fecha com o PT ou o PMDB. Uma das hipóteses é indicar o candidato a vice-governador na chapa de Delcídio do Amaral (PT). No entanto, o governador garante que os republicanos fecham com o PMDB.

Desfalque – A segurança em Mato Grosso do Sul durante a Copa do Mundo terá desfalque em toda as forças, que incluem desde policiais civis, militares, policiais rodoviários federais e federais e militares do Exército.

Vaga – A Secretaria Municipal da Mulher continua vaga dois meses após a posse do prefeito Gilmar Olarte (PP). Com a efetivação de João Borges na Semadur, só uma pasta continua sem titular no município. O cargo cabe ao PMDB, mas não houve acordo sobre a mulher que vai ocupar o posto.

(colaboraram Kleber Clajus e Lidiane Kober)

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions