A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


25/05/2011 06:00

Funk da Sanasa

Jogo Aberto

Os dias de lazer do governador André Puccinelli têm sido ao lado dos netos, nos barrancos dos rios do Aquidauana, Miranda e Nioaque e em seu apartamento, com o filho André Junior, jogando calheta.

No sábado, dia 21, Puccinelli e os netos foram ao rio Nioaque. A pescaria rendeu muito pouco, apenas alguns lambaris. Quando não esta pescado ou jogando baralho, o governador tem mesa cativa no Vitorino, tradicional bar de Campo Grande.

O vereador de Jardim, Erney Cunha Bazzano Barbosa (PDT), foi condenado no início deste ano por falsidade ideológica. Ele, que é advogado, em junho de 2006 obrigou a ex-mulher de um cliente a assinar um recibo em branco, diz a Justiça.

O cliente devia pensão alimentícia à ex-mulher, assistida pela defensoria pública, e foi preso por isso. Erney pediu que a ex-esposa assinasse o recibo alegando que com aquilo seu cliente seria solto. A mulher assinou o documento em branco e Erney apresentou o documento à Justiça e nunca houve o acerto da pensão.

Foi constatada a "fraude" e ele foi condenado a prestação de serviço comunitário por oito horas semanais, durante um ano e nove meses, além do pagamento de multa. O cliente também foi condenado pelo mesmo crime. Erney recorreu da decisão em primeiro grau e o caso agora vai para o Tribunal de Justiça. O caso é bastante comentado em Jardim.

O vereador Lídio Lopes (PP) revoltou a "classe" homossexual ao atacar a união entre pessoas do mesmo sexo, durante sessão de ontem na Câmara. Em alto e bom som, Lídio defendeu que a sociedade não pode aceitar homossexualismo como coisa normal, o que para quem é militante é prato cheio para ação por homofobia.

A lei anti-pornografia caiu e a criatividade voltou com corda toda aos outdoors de Sex Shop, mais uma para atormentar os vereadores puritanos de Campo Grande. A frase estampada na rua Antonio Maria Coelho é engraçada "O meu Leonardo dá 20 e o seu"

O erro que virou comum para autoridades nacionais e criou o coro “do Suuuullll” para sul-mato-grossenses, irritados toda vez que ouvem chamar Mato Grosso do Sul de Mato Grosso, voltou a reascender a polêmica discussão sobre a mudança do nome do Estado. O deputado Antônio Carlos Arroyo prometeu Emenda Constitucional para regulamentar o plebiscito. Segundo ele, é o primeiro passo para discutir a mudança.

A Câmara Federal corrigiu o equívoco estampado em totens da Casa. “A Casa Alta que representa e tem obrigação de saber dos deputados que a compõem”, protestou o deputado federal Edson Giroto. De fato, a gafe geográfica em pleno Congresso não pegou bem.

O escândalo do caso Sanasa em Campinas, que desencadeou prisões, entre elas, da chamada “República de Corumbá”, virou até funk na internet. A letra chama o caso de “bonde do doutor Hélio”, prefeito da cidade paulista, que está na mira de vereadores com pedido de impeachment.

Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...
"Nem a pau", diz Correa sobre desistir de ação contra JBS
Negativo - “Nem a pau”. Essa foi a reação do presidente da CPI da JBS, Paulo Correa (PR), à cogitação de retirar a ação contra a empresa, para preser...
Bonito quer bombar com shows gringos no Carnaval
Bombando - Empresários estão investindo pesado no Carnaval de Bonito 2018. Além da celebridade internacional Paris Hilton, uma das atrações em negoci...



Os paradigmas que até então nortearam as relaçoes sociais estão indo água abaixo...isso é bastante perigoso e denota o quando pior melhor...a exemplo da lingua portuguesa que recentemente foi destronada, posto que, decidiram que o correto é escrever como se fala e não obdecendo o vernáculo.
Outra coisa séria é o uso indevido da Justiça para tornar "normal" aquilo que é anormal e, sem direito de opinião sobre, pois, qualquer palavra dita nesse sentido é tida como "homofóbica".
Parece-nos crer que; liberou geral, vale tudo, dia desses li numa van de uma dupla sertaneja escrito em letras garrafais..." SOU FODA", e ela passeia pela cidade como sendo uma coisa "normal"... ou seja, sexo explícito...E ai o povo Brasileiro quer ser aceito no primeiro mundo...como isso...com essas bases de pura areia...nivelando por baixo...é um absurdo o que presenciamos hoje em dia. A Rede Globo, que é na sua quase totalidade dirigidas por essas pessoas que se dizem "normais", vem sendo a grande responsável pela introdução destes novos paradígmas, homem com hemem, mulher com mulher...já diziam os antigos, faca sem ponta...SOCORRO.
 
Marco Antonio em 25/05/2011 10:18:34
Tá do jeito que o Obama quer,quanto pior melhor para os EUA, que quer tomar conta destas terras de Vera Cruz, isto sem os Brasileiros dentro, e aí empurram goela abaixo essas coisas de direitos humanos só para bandidos, uniao homossexual, trabalhadores sendo dizimados pelos bandidos super protegidos, homofobia e esses momte de baboseiras que tentam empurrar dizendo que é o certo. BRASIL UM PAÍS DE TOLOS.
 
maria ferreira da silva em 25/05/2011 07:40:13
Sou Vereador em Nova Alvorada do Sul, Estado Mato Grosso do SUUUUL.Quando tomei conhecimento da inaicetavel falha da Camaras dos Deputados, apresentei, moção de repudio, contra aquela casa pelo tamanho da falta de respeito com o Povo de Mato Grosso do SUUUUL. Gostaria de aproveitar essa oportunidade para solicitar a todas as Camaras Municipais, que também enviasse Moção nesse sentido. Vamos lutar para que tenhamos nossa propria indentidade.
Que ao final de cada Moção escrevam EU AMO MEU MATO GROSSO DO SUUUUL.
 
RIVALDO ALVES - NOVA ALVORADA DO SUL-MATO GROSSO DO SUUUUUUL em 25/05/2011 07:13:29
Concordo com o Vereador Lidio Lopes, como pode eu ser contra alguma coisa e ser taxado de criminoso, estamos chegando ao fim do poço, cadê minha liberdade de expressão. Daqui 10 anos ou até menos, um filho adotivo dessas pessoas do mesmo sexo, a escola convida a MÃE para fazer uma homenagem a éla, quem vai?, convida o PAI para a homenagem a ele, quem vai?. percebendo que 90% da população é contra a criminilização, ou seja por eu ser contra a união entre pessoas do mesmo sexo, respeito as opçoes, mas daqui a pouco será crime eu defender os principíos religiosos, isso se não ter alguém já tentando abolir da BIBLIA algumas passagens, por exemplo, O Homem se unirá a uma mulher, "FRUTIFICAI, DISSE ELE , E MULTIPLICAI-VOS, ENCHEI A TERRA E SUBMETEI-A", Gênese, 1-28, será que já esqueceram?
 
joao medina em 25/05/2011 06:18:36
Está chegando a tal ponto , extremista por sua vez, que o simples fato de dizer que voce nao concorda com a união homosexual é tida como homofobia.Agora , me responda aonde está a liberdade de expressão?Agora entao temos que concordar,fugindo de nossos principios.Existe um grande abismo entre não concordar e discriminar!!!Mas querem fazer com que o povo acabe que concordando.Eu não concordo,e tambem não discrimino!!!Fica aqui a minha revolta contra tais movimentos que querem amordaçar a boca dos brasileiros e impedirem os cidadãos de exprimir suas opnião.Discriminação é coisa de pessoas ignorantes e idiotas,agora pensar e exprimir suas ideias são atos intelectuais,que jamais em uma sociedade deve ser reprimida,como estão tentando.
 
Reinaldo Costa em 25/05/2011 03:10:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions