A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Abril de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


10/04/2019 06:00

Rádio corredor abala categoria do Judiciário

Ângela Kempfer

Coisas da função - A nova responsável pela Sectur (Secretaria de Cultura e Turismo) Melissa Tamaciro já enfrenta o primeiro pepino na função. Hoje deve se reunir com promotoras para falar sobre investigação aberta pelo Ministério Público Estadual para apurar riscos de incêndio na Morada dos Baís, por falta de manutenção.

100 dias - O governador Reinaldo Azambuja comemora hoje 100 dias de governo. No segundo mandato, o grande desafio do momento é esperar com paciência votação de pautas nacionais importantes, para destravar repasses aos estados. Inclusive, Reinaldo passa esta quarta-feira em Brasília.  

Mão fechada - O Tribunal de Justiça estima que em 15 dias deve divulgar quanto vai economizar com a reestruturação iniciada este ano. Em reunião com sindicato que representa os servidores do judiciário, o presidente Leonardo Lacerda garantiu que depois vai discutir índices de reajuste. Para cortar gastos, o TJ fez a fusão de coordenadorias, por exemplo.

Rádio corredor - O Sindijus aproveitou para esclarecer "boatos" que "abalaram a categoria". Segundo a entidade, depois do anúncio de enxugamento, a "rádio corredor" passou a cogitar corte de auxílio-alimentação, aumento de carga horária e fim da função de chefes de cartório. O presidente do TJ afirmou que isso é tudo mentira e já foi realizado, inexistindo outros cortes a serem feitos, estando na fase de reorganização das funções de confiança extintas.

Lentinho - O tom da conversa pareceu bem amistoso, a contar pelo material divulgado pela assessoria do TJ e também do Sindijus. O presidente agradeceu a compreensão e apoio às novas medidas de restruturação, que integram metas estabelecidas pelo CNJ. “O processo é sério e lento”, avisou.

Preto no branco - O deputado José Henrique Catan (PR) considera que com a nova resolução publicada na terça-feira pelo Ministério Público,  a instituição reconheceu que precisa esclarecer e definir regras de como serão feitas e conduzidas suas investigações, até para "otimizar" o trabalho. Também elogiou a boa conversa entre os poderes, após apresentação da emenda. "A intenção é evitar o pré-julgamento".

Agendão - O deputado Gerson Claro (PP) enviou o requerimento ao governo estadual, convidando os secretários estaduais a se reunir com as comissões da Assembleia, em expediente a ser agendado, para repassar informações sobre cada área de trabalho. "O pedido é que, por exemplo, a secretária de Educação se reúna com a comissão deste tema, até para esclarecer dúvidas sobre a área", disse o parlamentar.

Convite pode - O líder do Governo, o deputado José Carlos Barbosa (DEM), não vê problemas em convidar os secretários para estas reuniões na Assembleia, restando marcar as datas e agendas disponíveis, para troca de informações. "Como se trata de um convite e não uma convocação, podemos marcar os encontros".

Troca de informações - A secretária estadual de Assistência Social, Elisa Cléia, foi até a Assembleia explicar aos deputados os cortes que houveram no programa "Vale Renda". De acordo com José Carlos Barbosa (DEM), ela contou aos parlamentares que a maioria das pessoas retiradas do programa já recebia de outros programas sociais e que as vagas serão preenchidas por novas famílias, que necessitam desta ajuda. "O programa agora troca informações com outros 11 bancos de dados, por isso identificou esta situação", disse o democrata.

Taxa de cartório - A Corregedoria-Geral de Justiça convocou audiência pública para debater e receber sugestões sobre nova tabela de taxas cobradas pelos cartórios, assunto que já rendeu muito pano pra manga na Assembleia Legislativa. O evento será no dia 9 de maio, de 9h às 12h, no TJ.

Defesa quer julgamento ao vivo da Lama Asfáltica
Presença - Advogados querem acompanhar julgamento que pode colocar o ex-deputado federal Edson Giroto e o empresário João Amorim em liberdade. Requer...
Preocupação com água tóxica chega à Assembleia
Investiguem – O deputado estadual Pedro Kemp (PT) quer que o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) investigue se água que abastece municípi...
Depois das demarcações, vem ai o fim da mata nativa
Menos mata - Para felicidade do produtor sul-mato-grossense, o senador Flávio Bolsonaro (PSL) apresentou Projeto de Lei que retira do Código Floresta...
Vítima até desiste de ação, porque ONG sumiu do mapa
Tomou Doril – Locadora de veículos que tenta na Justiça receber R$ 19.151,68 da ONG Morhar desistiu de receber o dinheiro. Advogados pedem o arquivam...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions