ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  03    CAMPO GRANDE 16º

Jogo Aberto

Recado

Por Jogo Aberto | 23/11/2012 06:00

Para ouvir e guardar
Durante o evento realizado pelo PTdoB, ontem (22), em Campo Grande, o governador André Puccinelli elogiou o partido aliado e mandou um recado.

Solidariedade
“Enquanto não houver solidariedade partidária não haverá crescimento do partido”, disse. A frase pode ser aplicada em qualquer legenda e a mensagem ser interpretada por qualquer dirigente partidário, mas parece ter sido endereçada a aliados que, em tempo de eleição, mudam de lado.

O próprio quintal
Com o PMDB diante de uma possível crise, que colocou em lados opostos o atual presidente do diretório estadual, Esacheu Nascimento, e o prefeito Nelsinho Trad, o recado pode ter sido direcionado ao ser próprio time.

Campanha
Em um dia no qual negou que faça interferência nas eleições do Legislativo, como nas diretorias da Assembleia Legislativa, Câmara Municipal, e do próprio diretório estadual do PMDB, Puccinelli confessou que pediu a “seis amigos” que votassem no candidato a presidente da OAB/MS, Marco Túlio, que ficou em segundo lugar na disputa.

Câmara
O vereador Flávio Cesar (PTdoB), um dos cotados para a presidência da Câmara Municipal de Campo Grande, destacou que qualquer um dos candidatos ao comando do legislativo terá de se esforçar para reunir o consenso dos partidos, mais especificamente, de um bloco de 17 parlamentares que se formou nesta semana.

Consenso
Segundo ele, a principal ideia dos parlamentares é criar um nome de consenso e evitar que existam várias chapas na disputa. “O objetivo é fortalecer um grupo, ouvir vários partidos e o prefeito também”, comentou.

Lista
Além dele, o vereador citou como candidatos à presidência Grazielle Machado, Mário Cesar, Rosiane Modesto, a professora Rose, e Paulo Pedra. Conforme Flávio, o discurso é fortalecer o legislativo.

Apelo
O deputado estadual Marquinhos Trad retomou ontem na Assembleia Legislativa um de seus assuntos preferidos, as críticas à Enersul. Dessa vez, pediu a união dos parlamentares para que sejam investigados aumentos nas contas de energia.

Assunto trabalho
Não poderia ser diferente com uma área tão complicada e um contrato tão longo e valioso: a licitação do lixo virou caso de Justiça em Campo Grande. As ações estão correndo tanto na Justiça Estadual quanto na Federal e já passam da meia dúzia, considerando os processos que tentaram barrar a licitação.

Sim e não
Só ontem o juiz Luiz Henrique Neiva de Carvalho e Silva deu duas decisões a respeito. Uma mandou a Prefeitura coletar o lixo de hospitais, inclusive os particulares. A outra negou pedido de liminar do Ministério Público, que alegava irregularidades sobre o mesmo tema.