A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


28/02/2017 06:00

Recuo com Uber traz promessa de dedo na ferida dos táxi

Waldemar Gonçalves

Decreto – Nas palavras do próprio prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), a entrevista coletiva que deu ontem para explicar detalhes da portaria que modifica normas de funcionamento do Uber na cidade foi antecipada devido ao “clamor popular” nas redes sociais. A maioria contrária à normatização.

Após o Carnaval – O chefe do Executivo explicou que já havia uma minuta da portaria, que está sendo editada e seria apresentada após o Carnaval. Entretanto, se antecipou devido às manifestações. “Um governante prudente não pode ser indiferente quando causa inquietação na população”, justificou-se.

Cidade feliz – Para Marquinhos, a função de um governante é “fazer a cidade feliz” com disciplina e leis. “Lembrei até de Aristóteles dizendo que lei é uma ordem. E uma boa lei é uma boa ordem. Eu não poderia deixar chegar ao ponto, pelo que eu estava sentindo nas ruas, de taxistas e mototaxistas querer agredir um membro de aplicativo”, relatou.

Agressões – “Em algumas viagens que fiz a Brasília, cheguei no aeroporto e ouvi taxistas dizendo que, se vissem pessoas pegando passageiros ali, eles iriam para a agressão. Isso já aconteceu em vários outros lugares do País e estava na iminência de acontecer aqui na nossa cidade”, prosseguiu Marquinhos.

Táxis – O prefeito também indicou que pretende atuar sobre os alvarás cedidos aos taxistas e mototaxistas. “Nenhum prefeito até hoje colocou o dedo na ferida no cartel dos táxi”, afirmou, sem ainda revelar detalhes do que vem pela frente. Ele também diz acreditar que o valor cobrado por estes outros serviços diminuirá. “Ou eles se adaptam à realidade tecnológica ou vão sucumbir”, disparou.

Buraco até na casa do prefeito – O asfalto afundou no entorno de um poço de visita da rede de esgoto. Buraco na rua não é necessariamente novidade em Campo Grande, não fosse este a metros da casa do prefeito.

Não cai do céu – Marquinhos chamou a imprensa, mostrando-se indignado. "Vou denunciar. Meu dinheiro não cai do céu", bradou, enquanto buscava um pedaço de madeira para, ele mesmo, sinalizar o buraco. 

Aproveitando... – Moradores que passavam pelo prefeito aproveitaram para pedir que ele "ornamente e ilumine" a praça em frente ao buraco, que segundo a vizinhança "tem 1250 metros de entorno" e fica de frente a condomínios de alto padrão na Capital.

Discurso otimista – O deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) aproveitou as redes sociais para dizer que o Brasil já começa a "vencer a recessão". O que, segundo ele, é o começo do crescimento do País na gestão Michel Temer (PMDB).

Vídeo do chefe – Marun também compartilhou vídeo de Temer falando sobre "melhoras na economia", como queda na inflação nos primeiros meses do ano. Reflexos, segundo ele, da retomada da confiança do País e do combate ao desemprego.

(com Alberto Dias, Leonardo Rocha e Richelieu de Carlo)

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions