A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


15/12/2012 06:00

Revoltados

O envio de um ofício do prefeito eleito Alcides Bernal ao presidente da Câmara, Paulo Siufi(PMDB), provocou revolta entre os vereadores nesta semana. Somado às queixas de Bernal está ignorando o Legislativo, o documento é considerado a gota d´água para a decisão dos vereadores de aprovar o congelamento do IPTU e ainda de manter a restrição às suplementações ao orçamento.

Descontentamento
A primeira reclamação dos parlamentares foi acerca do conteúdo da carta. Eles não gostaram da forma de imposição do progressista no pedido, que cobrava a saída de Lídio Lopes, após sua expulsão do partido, do legislativo e a posse de Gilmar Olarte no lugar.

 

Superioridade?
Os parlamentares se mostraram surpresos com a atitude, já que o pedido do prefeito eleito envolve questões que só a Justiça Eleitoral pode encaminhar.

Solidariedade
Além disso, os vereadores esbravejaram mais ainda em solidariedade a Lídio, que é visto como “boa praça” e é bem quisto pela maioria dos colegas.

Impacto?
Fontes da coluna disseram que o episódio teve influência direta na aprovação do congelamento do IPTU. Bernal nunca se posicionou a favor, apesar de ter difundido a proposta durante a campanha, e os parlamentares teriam votado pelo congelamento para provar a independência da Câmara.

Investida
A cúpula do PMDB acredita, de fato, que pode conseguir a cassação do prefeito eleito, que teve as contas de campanha reprovadas pela Justiça Eleitoral. A assessoria jurídica do legenda se escora numa mudança na legislação eleitoral, que vem desde 2009, e endureceu as penalidades nos casos de candidatos que tiveram prestação de contas rejeitadas.

Megalomania
Bernal tem alimentado frequentemente sua página no Facebook e uma das mensagens escritas, ontem, gerou críticas de internautas. No texto, o prefeito eleito fala em conquistas para a Capital e para o "nosso Estado'. 

Menos, menos
Como tudo que ocorreu nas redes sociais, rapidamente a postagem foi replicada por eleitores questionando se, além de prefeito de Campo Grande, o deputado estadual virou governador.

Só agora
Houve ainda quem questionasse as intenções de Bernal, lembrando de seu desempenho como vereador e como deputado estadual, considerado fraco por organismos que fazem esse tipo de avaliação.

Tiete
Depois de ver a apresentação do tenor Andrea Boccelli durante a inauguração da fábrica da Eldorado em Três Lagoas, o secretário Carlos Marun, elogiou, nesta semana, o artista italiano. A escolha do repertório, que teve Garota de Ipanema, agradou Marun.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions