A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Agosto de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


31/07/2019 06:00

Telefone quebrado impede agendamento de audiências

Marta Ferreira e Humberto Marques

Comunicação falha - Um problema prosaico está dificultando o agendamento de audiências em um dos processos da Operação "Laços de Família", que investiga quadrilha especializada em lavar dinheiro do tráfico, a partir de Mundo Novo, na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. É que os funcionários da Justiça Federal, segundo comunicaram ao juiz do caso, não estão conseguindo falar por telefone em Astorga, no Paraná.

Duas semanas - Na comunicação ao juiz, a informação dada, no dia 29 de julho, é de que tentativas estão sendo feitas desde o dia 15 de julho para agendamento de depoimento de testemunhas. Mas o contato não se completa.

 

Tilt - O funcionário informa, ainda, que em contato com a Justiça Federal em cidades próximas a Astorga, a informação é que o telefone do local está "quebrado". Na localidade, só há expediente no período da tarde.

Voo baixo - O balanço foi negativo em Mato Grosso do Sul em relação aos abates de aves. No primeiro semestre de 2019 houve redução de 6,11% na comparação com 2018, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Ranking - Com o mau desempenho, Mato Grosso do Sul caiu para a 8ª posição no ranking nacional. Hoje o Estado perde para Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerias, Goiás e Mato Grosso.

Em baixa - As coisas não andam muito lucrativas para os sertanejos Munhoz e Mariano. Depois do sucesso de Camaro Amarelo, o cachê da dupla não passa de R$ 60 mil, conforme publicação de valores pagos pela Prefeitura de Campo Grande por show no dia 14 de junho no Arraial de Santo Antônio. Normalmente, os pagamentos para nomes de projeção nacional ultrapassam os R$ 100 mil.

2022 é bem ali – Presidente da Associação dos Municípios do Estado, Pedro Caravina conclui o segundo mandato no ano que vem e se despedirá da Prefeitura de Bataguassu. Mas, dois anos depois, deve pintar como nome na corrida eleitoral. Ao menos é o que prevê o presidente estadual do PSDB, Sergio de Paula.

Na fila – Ao citar potenciais candidatos tucanos em 2020 –como o secretário de Estado de Administração e Desburocratização, Roberto Hashioka, em Nova Andradina, e Enelvo Felini, titular da Fundação do Trabalho, em Sidrolândia–, de Paula lembrou que Caravina não poderá tentar um novo mandato. “Caravina já é tranquilo, está pensando na estadual, está lá em 2022”, brincou.

Homeopatia – Independentemente das controvérsias sobre o tratamento –criticado de um lado e elogiado de outro–, Campo Grande ganhou um Dia Municipal da Homeopatia, a ser celebrado em 21 de novembro. Lei nesse sentido proposta por Lívio Leite (PSDB), aprovada pela Câmara, foi sancionada pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD).

Novembro Verde – Lívio justifica que a homeopatia está entre as chamadas práticas integrativas, que reúnem conceitos terapêuticos tradicionais para prevenção de doenças ou tratamentos paliativos. Além do dia, a legislação municipal também prevê o Novembro Verde, campanha para conscientização sobre a opção de tratamento.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions