A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


22/06/2016 06:00

Trump exagera, mas fronteira blindada não é má ideia

Waldemar Gonçalves

Por uma canetada – Autoridades que trabalham na Operação Fazendas de Lama tentam, pela segunda vez, quebrar o sigilo do processo, que envolve servidores públicos, empresários e políticos em ligações suspeitas no trato com dinheiro público. Abrir as entranhas do caso está nas mãos da juíza Monique Marchioli Leite, da 3ª Vara Federal, que já negou pedido anterior, feito pela Polícia Federal em maio, quando a ação foi deflagrada.

Chega chora – Presos desde o dia 10 de maio, réus da Operação Fazendas de Lama choraram, na tarde ontem, quando foram avisados pessoalmente, por seus advogados, de que o STF (Supremo Tribunal Federal) havia mandado soltá-los. Compreensível: trata-se de gente acostumada ao conforto que o dinheiro pode comprar, bem diferente do oferecido nas instalações do complexo penitenciário de Campo Grande.

Ideia de Trump – Ao participar ontem de incineração recorde de drogas apreendidas, o governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), lembrou do empresário Donald Trump, que tenta disputar a presidência dos Estados Unidos, ao falar sobre segurança na fronteira de Mato Grosso do Sul com Paraguai e Bolívia. O bilionário americano propõe fechar a fronteira de seu País e até construir um muro para evitar a imigração ilegal.

Fronteira blindada – Reinaldo indicou que a ideia de Trump é um tanto exagerada diante da realidade brasileira, mas é necessário fazer algo rapidamente. “O que precisa é blindar toda a fronteira de Mato Grosso do Sul com a presença federal maior, pra que a gente tenha uma efetividade muito maior nas nossas ações. Grande parte disso aqui que nós incineramos hoje foi apreendida pelas nossas polícias”.

E aí, ministro – O assunto foi jogado na mesa com o Ministério da Justiça, lembrou o governador. “Já reiterei isso ao ministro (da Justiça) Alexandre Moraes e tenho certeza de que, se nós tivermos um plano de segurança nas fronteiras, nossa eficiência nas apreensões será maior e as quantidades de apreensões também serão maiores”.

À espera do plano – O governador comentou ter recebido na semana passada, do ministro da Justiça, a promessa de que em 15 dias será apresentado um plano de segurança das fronteiras. “Temos que dar esse tempo para que a gente veja quais serão as ações concretas e efetivas que o Ministério da Justiça vai fazer nas fronteiras do Brasil, principalmente na Bolívia e no Paraguai. Não dá para esperar mais”, comentou Reinaldo.

De novo, Durães? – Nova série de ataques e novos termos cunhados contra o prefeito, Alcides Bernal (PP), estenderam a sessão da Câmara Municipal ontem, quando um veto dele era votado. Quem pegou mais pesado, de novo, foi o vereador Roberto Durães (PSC), que chamou Bernal de satanás e disse nunca ter visto alguém tão "maléfico". Vale lembrar que tramitam sete pedidos de cassação contra Durães justamente por ofensas ao prefeito.

Contra Bernal – Do vereador Airton Saraiva (DEM) também partiram termos como "caloteiro, enganador e mentiroso de primeira linha". “O que prefeito diz pela manhã, não se mantém pela tarde", disse ainda na tribuna Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), complementando: "Bernal é daqueles que dá bom dia com a mão direita e tapa na orelha com a mão esquerda". Já Paulo Siufi (PMDB) considerou tudo uma grande "lambança" do prefeito.

Aprendiz de Bernal – Sobrou até para a vereadora Luíza Ribeiro (PPS), que foi chamada pelo colega Mario Cesar (PMDB) de "mentirosa contumaz, assim como Bernal". Na sequência, Marcos Alex (PT) fez o papel de "bom moço" e pediu que o peemedebista retirasse o termo "para manter o nível de discurso". Mario Cesar aceitou e pediu a retirada do xingamento.

De líder para líder – Rendeu mais de 500 curtidas a homenagem que o ex-governador André Puccinelli (PMDB) fez no Facebook ao também ex-governador Wilson Barbosa Martins, que completou 99 anos ontem. Junto a uma foto de ambos, escreveu: “Líder e referência na luta pela justiça e pela democracia, gestor comprometido com o apoio às causas sociais desde o início de sua trajetória, o Dr. Wilson Martins chega aos 99 anos como líder de um legado que nos orientará sempre em nossas lutas. Parabéns Dr. Wilson, pela vida dedicada sempre ao bem-estar do semelhante!”.

(com a redação)

2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions