A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


28/06/2013 06:05

Vereador quer se livrar do terno e gravata

Ângela Kempfer

Terno e gravata - O vereador Chiquinho Teles (PSD) encaminhou para a mesa diretora da Câmara Municipal consulta sobre o motivo da obrigatoriedade de uso de terno e gravata nas sessões e aproveitou para perguntar formalmente qual a possibilidade de ficar livre do traje

Popular - Como justificativa, Chiquinho fala do clima quente e argumenta que, além de ser desconfortável, um estilo menos formal aproximaria mais os vereadores do povo. Também alega que a exigência não vale para secretários de Estado, por exemplo.

Paparazzi - O vereador Eduardo Romero (PTdoB) deve ter um assessor realmente dedicado. Incrível como sempre há alguém por perto para fotografar o estreante na Câmara em cenas no transporte coletivo. Ou é no ponto de ônibus, ou dentro dele, todos os dias há uma imagem nova do chefe a caminho do trabalho.

No interior - A CPI da Saúde, da Assembleia Legislativa, já anunciou que vai dedicar um capítulo do relatório final a Dourados, que vive um caos como nunca foi visto no setor. E, aviso aos navegantes: na segunda-feira, a CPI passa por Coxim

Mui amigo - O prefeito Alcides Bernal fez o discurso do amiguinho à Câmara Municipal. Ontem, sobre a mudança de presidente na casa, garantiu “sentimento de solidariedade”. Mas antes do ponto final, recomendou que “decisões da justiça sejam respeitadas”.

Na linha - Depois de muitas reclamações, inclusive, formais, a prefeitura resolveu respeitar a lei e passou a publicar o Diário Oficial antes que a manhã acabe. Mesmo assim, ainda não tem um horário certo, como nas administrações passadas.

Bravo - O ex-secretário de Saúde de Campo Grande, Luis Henrique Mandetta, anda com um discurso radical contra a contratação de médicos estrangeiros para atuarem no Brasil, onde há problemas de falta de profissional.

Manifestante - Revoltado com a ideia, o deputado federal sul-mato-grossenses deu uma sugestão durante discurso na Câmara Federal: “Os mortos que os médicos de Cuba produzirem devem ficar na porta do Palácio do Planalto.”

Perdeu - Tem cara de pau para tudo. na quarta-feira, um motorista estacionou o carro na vaga destinada a deficientes que fica na fachada da sede do Ministério da Saúde, em Campo Grande. É claro que quando o homem voltou, o veículo já havia sido guinchado.

 

A missão espinhosa de Marun
Casa cheia - No discurso em que saudou Carlos Marun como seu novo ministro da Secretaria de Governo, Michel Temer disse ter ficado preocupado com a p...
Só praças estão presos por cobrar propina
Só praças – A investigação sobre o envolvimento de policiais militares com a “Máfia do Cigarro” indica que, por ora, não há oficiais entre os policia...
Pezão pede dica a Reinaldo sobre dívida
Pedido de ajuda - Ao anunciar ontem o depósito do décimo-terceiro salário dos servidores, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reforçou o discurso d...
Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...


Assisti uma fala desse vereador Romero outro dia, ele me lembrou do Rolando Lero, passou uns vinte minutos falando e não disse coisa com coisa, estou desconfiado que ele é o nosso Justin Bieber pantaneiro, em qualquer lugar tem um fotógrafo atrás dele....
 
Augusto Leite em 28/06/2013 19:47:49
o cara nunca usou terno e gravata, só sabia manipular eleitores, daqui a pouco vai achar que a CAMARA é a continuidade da casa dele, vai querer trabalhar descalço, como sempre fez, sem camisa e por ai afora, brincadeiras, aproveita bem seu tempo pois acredito que não tera 2ª chance. um cara desse o que trara para CG.
 
vidal da silva em 28/06/2013 17:06:09
seria bom, na verdade seria ótimo. afinal se pararem de usar terno e gravata, param de receber o auxilio terno que é de um valor bem favorável. fazendo assim com que o dinheiro que hoje é investido em uma coisa até então "desnecessária" (segundo o tal vereador), seja investido em saúde publica e educação. Parabéns ao então vereador.
 
claudio ygor miranda em 28/06/2013 09:03:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions