A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018

20/08/2018 11:13

Descomplicando a montagem de terrários de suculentas: aprenda a fazer o seu

Quem nunca matou uma suculenta por excesso de água ou falta luminosidade que atire a primeira pedra

Kimberly Teodoro
Descomplicando a montagem de terrários de suculentas: aprenda a fazer o seu

Suculentas são uma opção resistente para trazer mais vida para dentro de casa. Os diversos tons de verde combinam com qualquer proposta de decoração, desde ambientes mais rústicos aos sofisticados. Pensando nessa coringa do jardim, o Lado B fez uma aula com a agrônoma e paisagista Viviane Cusinato, 44 anos, e aprendeu como usar essa espécie para produzir terrários em vidro (veja no vídeo abaixo). 

Viviane trabalha desde 2011 com suculentas e atualmente complementa a renda com a montagem de terrários feitos sob encomenda. Como um aquário, é o jeito de garantir a sobrevivência das plantas com beleza.  No fim de semana, ela ensinou o que sabe workshop no viveiro Grama & Cia.

"As suculentas são uma boa opção, principalmente, por causa da praticidade e da resistência, você rega a cada uma ou duas semanas, dependendo do clima. O terrário de vidro é uma excelente escolha para quem gosta de decoração de interiores. Só é preciso atentar para a luminosidade, a planta precisa de bastante luz. No entanto, sol direto e chuva são prejudiciais, porque o vidro retém o calor e transfora isso aqui em uma estufa. A quantidade de água também deve ser dosada, como ele é fechado, ele acumula água e acaba apodrecendo tanto as folhas quanto as raízes”. 

 

Montar terrários é uma prática que exige criatividade e delicadeza, além de muita atenção para o posicionamento correto dos elementos. (Foto: Kimberly Teodoro).Montar terrários é uma prática que exige criatividade e delicadeza, além de muita atenção para o posicionamento correto dos elementos. (Foto: Kimberly Teodoro).
Agrônoma e paisagista Viviane Cusinato tem como fonte de renda extra a venda de terrários feitos sob encomenda. (Foto: Kimberly Teodoro)Agrônoma e paisagista Viviane Cusinato tem como fonte de renda extra a venda de terrários feitos sob encomenda. (Foto: Kimberly Teodoro)
Viviane calcula que, dependendo do vidro, da planta e dos elementos usados na peça, é possível fazer terrários a partir de 45,00 reais (Foto: Kimberly Teodoro).  Viviane calcula que, dependendo do vidro, da planta e dos elementos usados na peça, é possível fazer terrários a partir de 45,00 reais (Foto: Kimberly Teodoro).

Giovana Dallamico, 46 anos, organizadora do evento, reforça que o segredo do terrário é a manutenção e as doses de cada elemento durante a montagem. "Existe a posição correta das pedras, a posição da terra, de como não misturar a terra com a área por exemplo. O que é muito importante, porque o ideal é colocar de uma maneira que ele drene corretamente a água e não estrague a planta, porque ela também não pode com muita água". 

O primeiro passo é escolher o recipiente de vidro que vai abrigar o seu próprio jardim em miniatura, provavelmente você já tem guardado em casa um vaso, aquário ou pote de vidro que pode ser usado com esse propósito. 

Preparar as camadas exige atenção e é indicado que você utilize uma colher para acomodar corretamente os elementos no fundo do contentor. Como uma drenagem eficiente pode ser a diferença entre plantas saudáveis e o assassinato deliberado das mudinhas de suculenta, a primeira camada deve ser de cascalho ou seixos, a recomendação de Viviane para o terrário de vidro é cascalho. Não existe uma espessura exata, vai depender do tamanho do recipiente. 

Alocadas as pedras, o próximo passo é uma camada de areia, que pode ser colorida, dependendo da proposta estética e da imaginação de cada um. Também é possível intercalar areia e pedras para que a composição ganhe mais harmonia.  

Em seguida, adicione uma camada de carvão vegetal triturado, para manter o solo fresco e ajudar a combater ocasionais fungos e organismos prejudiciais as raízes da suculenta, colocando por fim a terra, mas cuidado. Viviane destaca que a terra deve ficar "fofinha" no recipiente. Então, deposite com as mãos ou com uma espátula, mas não aperte.

Delicadamente, desenvase as suculentas e retire o excesso de terra das raízes, antes de acomodá-la no novo ambiente. Depois, cubra a superfície com musgo ou serragem. "É o musgo que vai manter a umidade do solo longe da folhagem", por fim use a criatividade para decorar com pedras, miniaturas e até outras plantas a superfície do terrário. 

Felizes: Ao fim do curso os participantes levam para casa os terrários montados por cada um, usando os mesmos materias cada resultado é único.Felizes: Ao fim do curso os participantes levam para casa os terrários montados por cada um, usando os mesmos materias cada resultado é único.

Cultivar plantas é uma paixão herdada da mãe por Amarilis Shiroma, 25 anos, que transformou o workshop de sábado em um programa de família. “Minha mãe gosta muito de plantas e ela falou que queria fazer um terrário em casa, aí eu vi o evento no Facebook e já falei 'vamos fazer', e ela topou na hora". 

Dona Nilza Shiroma, 60 anos, diz que já havia tentado fazer o próprio terrário em casa antes do curso, sem sucesso. "Eu via os terrários na internet e achava que era fácil fazer, até tentei, mas não deu certo. A suculenta não gosta de água. Eu molho as plantas todos os dias, tenho jardim nos fundos de casa, na frente, jardim de inverno. Então eu regava normal, igual as outras plantas e elas morriam. Já tinha algumas suculentas em casa, mas terrário é a primeira vez”.

Aos 57 anos a confeiteira Elizabete Monteiro Ávila ganhou a primeira suculenta de uma amiga e hoje é "viciada" nas plantinhas e brinca. "Eu falei para o meu marido: Fico sem você, mas não fico sem as minhas suculentas”.

Para ela, é uma atividade terapêutica, "Eu achei interessante a sobrevivência dela, elas são de deserto, então elas lutam pra viver, elas brotam na pedra, brotam qualquer lugar. Caiu uma folhinha, ela está lá e nasce um brotinho e é um bebê tão lindo, já estou apaixonada, é um resistência que tem beleza." Elizabete transformou o hobby em um presente original e que demonstra carinho, cuidado e atenção com quem recebe, "Agora todo presente de aniversário é uma suculenta, eu compro um vasinho, planto. Sempre assim, se é semana que vem eu já venho aqui,eu compro um vasinho, a suculenta e levo ela já adaptada”

Sueli Fátima Abrão dos Reis Souza pretende começar o próprio negócio utilizando os conhecimentos do workshop.Sueli Fátima Abrão dos Reis Souza pretende começar o próprio negócio utilizando os conhecimentos do workshop.
Sueli fez o terrário pensando no futuro, bati o olho e já pensei ‘é essa que eu quero’, ela vai florir e abrir como um leque, como meu vidro era muito pequeno para fazer alguma coisa aqui, eu imaginei fazer algo com pedras aqui e colocar ela em cima”. Sueli fez o terrário pensando no futuro, "bati o olho e já pensei ‘é essa que eu quero’, ela vai florir e abrir como um leque, como meu vidro era muito pequeno para fazer alguma coisa aqui, eu imaginei fazer algo com pedras aqui e colocar ela em cima”.

Como a procura pelo curso foi grande, o viveiro pretende abrir outras turmas, mas com grupos menores. Acompanhe os próximos eventos da loja na página do facebook.

No vídeo a seguir, você vê o passo a passo da montagem de um terrário com suculenta.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.