ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SÁBADO  18    CAMPO GRANDE 23º

Arquitetura

Mato Grosso do Sul tem até vila circular que persistiu na história

Arquivo fotográfico do IBGE guarda memórias do século passado, período de desenvolvimento de Três Lagoas

Por Aletheya Alves | 16/04/2024 07:31
Registro da Vila Piloto de Jupiá, em Três Lagoas. (Foto: Arquivo/Companhia Energética de São Paulo)
Registro da Vila Piloto de Jupiá, em Três Lagoas. (Foto: Arquivo/Companhia Energética de São Paulo)

Diferente do processo de urbanização a que Mato Grosso do Sul está acostumado, Três Lagoas tem até uma vila em formato circular em sua composição. Fotografias que integram o arquivo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram a cidade no século passado e um dos destaques curiosos vai para a Vila Piloto de Jupiá.

Segundo informações do Instituto, a Vila Piloto de Jupiá foi erguida pela Centrais Elétricas de Urubupungá S.A  para abrigar os trabalhadores envolvidos na operação do Complexo de Urupungá, composto pelas usinas de Jupiá e Ilha Solteira.

Localizada a dois quilômetros do local de construção das usinas, a vila tinha a forma de um disco, com cerca de um quilômetro de diâmetro. De acordo com o IBGE, a população chegou a 15 mil habitantes, incluindo operários, engenheiros e profissionais de diversas áreas, como saúde, administração e educação.

Outro ponto é que a vila contava com uma infraestrutura completa, incluindo escolas, hospitais, hotéis, centros comerciais, igreja e cinema. Em 1969, começou o processo de desmobilização da Vila, com a transferência de seus residentes para o centro urbano de Ilha Solteira. Ao olhar as imagens atuais feitas por satélite, é possível ver como a cidade se integrou à comunidade.

Imangens de satélite mostram como a cidade se integrou à vila. (Foto: Google Maps)
Imangens de satélite mostram como a cidade se integrou à vila. (Foto: Google Maps)

Retratos da cidade também mostram o Relógio Central, um ícone do estilo Art Deco em Três Lagoas, na Avenida Antônio Trajano. O relógio foi construído em 1936. Com seus 10 metros de altura, o monumento está localizado no centro da cidade. Em 1982, foi oficialmente reconhecido como Patrimônio Histórico e recebeu o apelido de "O Senhor do Tempo".

Também é possível ver como a cidade era a partir da visão panorâmica. A construção da Prefeitura Municipal foi iniciada em 1944. O prédio, atualmente conhecido como Paço Municipal Rosário Congro, foi erguido rapidamente. Em apenas um ano após o início das obras, já estava pronto para abrigar tanto as repartições públicas quanto o Legislativo e o Judiciário da cidade.

Relógio central na Avenida Antônio Trajano é exemplo de Art Déco em Três Lagoas. (Foto: Arquivo/IBGE)
Relógio central na Avenida Antônio Trajano é exemplo de Art Déco em Três Lagoas. (Foto: Arquivo/IBGE)
Vista da prefeitura municipal e Igreja de Santo Antônio no século passado. (Foto: Arquivo/IBGE)
Vista da prefeitura municipal e Igreja de Santo Antônio no século passado. (Foto: Arquivo/IBGE)

Conforme o IBGE, durante o dia, o Tribunal de Justiça utilizava o espaço da Câmara para os julgamentos, enquanto à noite, as sessões legislativas ocorriam no mesmo local. Em 2013, o edifício foi reconhecido como patrimônio histórico, mas antes disso, a expansão dos serviços municipais fizeram alterações na estrutura original, preservando apenas a fachada e poucas características originais do paço municipal.

Também na fotografia, a Praça Santo Antônio foi erguida durante os anos 1910 pela comunidade portuguesa de Três Lagoas. Localizada em frente à Igreja de Santo Antônio, possui um estilo clássico, com bancos, jardins e passarelas, além de uma fonte de inspiração japonesa próxima à igreja, que foi construída pela comunidade nipo-brasileira local.

Paço Municipal teve sua estrutura bastante alterada com o tempo. (Foto: JP News)
Paço Municipal teve sua estrutura bastante alterada com o tempo. (Foto: JP News)

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias