A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

08/08/2018 09:12

Com mistura de cores e poesias, Ismael abre exposição gratuita até dia 30

Thailla Torres
Uma das telas do artista que faz parte da série Pro-Posições.Uma das telas do artista que faz parte da série "Pro-Posições".

De São Paulo, o artista plástico Ismael Oliveira, inaugura pela primeira vez sua exposição em Campo Grande. 18 obras estarão expostas até o dia 30 de agosto no Centro Cultural José Octávio Guizzo com entrada gratuita. O trabalho do artista se difere pela mistura de cores, grafismo e títulos que, na verdade, são poemas para fazer o visitante viajar no universo da pintura e dos poesia.

A telas são em papel na técnica guache e pintura em acrílica. É uma série de trabalhos abstratos onde o artista usa formas e figuras derivadas da arquitetura, figuras humanas, animais, natureza e geométricas.

Ismael apresenta sua primeira exposição individual em Campo Grande. Ismael apresenta sua primeira exposição individual em Campo Grande.

Chamada de "Pro-Posições", a série traz gestos a partir de memórias visuais do artista e desenvolvidos com o que Ismael chama de "progressão natural", indo do pequeno ao grande, do lápis ao nanquim, ao guache e depois à pintura sobre tela.

“Nesses trabalhos, procuro agir o mais diretamente possível, sem premeditação. Nesta série tenho uma preocupação com a ideia de fazer fluir uma pintura que seja solta, livre e independente de esquemas, transpirando erros, defeitos e vacilos que são próprios da natureza humana, assim procuro assumir o acaso, a coisa que acontece no ato de pintar, tentando gerar um equilíbrio nisso tudo”, explica Ismael.

Como novidade, Ismael desenvolveu títulos que são poemas, com influência da poesia e dos escritos orientais HaiKai que são pequenos tectos de duas ou três linhas bem simples e frases desconexas, mas com com significado para quem lê.

Ismael é artista visual, fotógrafo e cineasta. Estudou Artes e Pintura e fez Pós-Graduação em Poéticas Visuais na Universidade de São Paulo. Participou da Primeira Bienal de Brasília; nas mostras “Olhares Impertinentes”, no Museu de Arte Contemporânea de São Paulo e “Homenagem a Ianelli”, no Museu Brasileiro da Escultura, em São Paulo.

Também apresentou seu trabalho em eventos internacionais, em mostras da Espanha e Portugal.

A exposição estará aberta à visitação até 30 de setembro, de terça a sexta-feira das 8h às 22h e sábado das 8h às 18h. 

O Centro Cultural José Octávio Guizzo, fica na rua 26 de Agosto, 453, entre Calógeras e 14 de Julho. Informações pelo telefone (67) 3317-1795.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.