A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019

05/08/2019 08:00

Com olhar na inclusão social, “Amizades Improváveis” é exibido e discutido

A exibição contará com recursos acessíveis, sendo audiodescrição para cegos, legendas e um intérprete em Libras para surdos.

Thailla Torres
O filme “Amizades Improváveis” é baseado na obra literária The Revised Fundamentals of Caregiving. O filme “Amizades Improváveis” é baseado na obra literária The Revised Fundamentals of Caregiving.

Nesta segunda-feira, o MIS (Museu da Imagem e do Som) será palco e tela para Projeto de extensão Inclusão na Tela, que realiza sessões de cinema gratuitas para discutir a inclusão social e educacional das pessoas com deficiência, altas habilidades e superdotação. Hoje, a partir das 18h, acontece a roda de conversa e exibição do filme “Amizades Improváveis”.

O projeto é desenvolvido pelo Laboratório de Pesquisa em Educação e Acessibilidade, coordenado pela professora doutora Celi Correa Neres, que vai ser a mediadora da roda. O projeto é realizado desde abril. A proposta é que sejam exibidos a cada dois meses filmes com temática sobre a inclusão social, inicialmente, no MIS, e depois, levando o projeto para a periferia de Campo Grande, escolas, e também para cidades do interior.

Todos os longas-metragens possuem recursos acessíveis, sendo audiodescrição (para cegos), legendas e um intérprete em Libras (para surdos). 

“O objetivo do projeto é proporcionar aos envolvidos, pessoas com deficiência, famílias, estudantes e pesquisadores, espaço de reflexão e autocrítica, por meio de exposição e discussão de filmes. Para o filme desta segunda-feira, por exemplo, eu mesma tive que fazer a audiodescrição, e este é um trabalho que leva tempo, por se tratar não apenas de traduzir o roteiro, mas de sincronizar as informações com as imagens”, explica Ivone.

O filme “Amizades Improváveis” é baseado na obra literária The Revised Fundamentals of Caregiving, de Jonathan Evison. Conta a história de Ben, um escritor que decide tornar-se cuidador após sofrer uma tragédia pessoal. Seu primeiro cliente, Trevor, possui distrofia muscular. O jovem de 18 anos apesar de sua condição tem uma boca bem afiada, quanto aos cuidados, que receberá de Ben.

Juntos, eles embarcam em uma viagem por todos os lugares com os quais Trevor ficou obcecado assistindo ao noticiário de TV, incluindo seu Santo Graal: o buraco mais profundo do mundo. No caminho, eles conhecem a jovem Dot e também uma futura mãe, Peaches, que embarcam na aventura da dupla. Aventurando-se pela primeira vez além das fronteiras de seu mundo milimetricamente calculado, eles descobrem o que é ter esperança e amigos de verdade.

Para esta sessão, os debatedores serão o jornalista Pedro de Moraes Martinez, portador da Síndrome de Duchenne, sua mãe, Rosana Puga de Moraes Martinez, e a psicóloga Caroline Santos Fontoura Cruz, que trabalha a sexualidade com pessoas com deficiência.

O evento é aberto ao público e a entrada é gratuito. Será emitido certificado aos participantes. O MIS fica no 3º andar do Memorial da Cultura e da Cidadania, localizado na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559, Centro. Informações pelo telefone (67) 3316-9178.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.