ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 24º

Artes

Dos CD’s ao streaming: Maria Alice marca presença na música digital

Artista é referência na música sul-mato-grossense e agora pode ser ouvida até no Spotify; confira o som

Por Letícia Ávila | 10/03/2021 06:32
Artista Maria Alice lança seu albúm "No Mundo a Passeio" nas plataformas de música (Foto: Karine Matos)
Artista Maria Alice lança seu albúm "No Mundo a Passeio" nas plataformas de música (Foto: Karine Matos)

Quem não descobriu um novo sucesso musical pelo Spotify? Com a meta de atingir diferentes tipos de públicos, a artista campo-grandense Maria Alice está lançando seu álbum de estreia, No Mundo a Passeio, nas mais variadas plataformas digitais, exaltando a cultura sul-mato-grossense.

Lançado originalmente há 24 anos, o álbum hoje ganha espaço junto às plataformas digitais – do Spotify ao Deezer, Apple Music, Youtube Music, Google Play e também Tidal.

Referência na música de Mato Grosso do Sul, Maria Alice me conta de como teve a estratégia digital lembrando do seu próprio filho, de 22 anos. As composições, que são todas assinadas por artistas locais, ganham novos públicos. “Muitas pessoas da idade dele já não teriam acesso ao álbum se não estivesse na plataforma. Ele ficava restrito às pessoas que adquiriram o CD naquela época”.

Estilo musical da artista vai do samba ao rock, levando todas as influências da música regional (Foto: Rogério Medeiros)
Estilo musical da artista vai do samba ao rock, levando todas as influências da música regional (Foto: Rogério Medeiros)

Diferente do CD, que ficava guardado na gaveta esperando para ser ouvido e às vezes arranhava e perdia a qualidade, as plataformas digitais conseguem amplificar tanto novos quanto renomados artistas, como o caso de Maria Alice. “É fundamental para que os trabalhos musicais sejam expostos, vivam e estejam acessíveis a mais pessoas”, ressalta a artista.

Além de relançar o álbum, Maria Alice está finalizando um novo trabalho, com músicas regionais em homenagem ao compositor Paulo Simões, que também será disponibilizado nas mídias. Com um estilo que perpassa do rock ao samba, as interpretações da artista agradam ao público com suas várias influências.

Se os artistas estão se atualizando passando para as novas plataformas digitais de música, a artista percebe que as pessoas também estão migrando junto. “Eu tenho 53 anos, consumo e exploro música nas plataformas. Hoje, o público é mais extenso e variado”.

Sobre o cenário feminino da música sul-mato-grossense, a artista confessa estar impressionada com a enorme quantidade de cantoras e artistas que se fazem presentes nos dias de hoje. “Mulheres jovens, mas que já estão gravando suas músicas, inclusive compondo. Cantoras com vozes excelentes, que surpreendem”.

Maria Alice também citou o Projeto O Canto Delas, com recursos da Lei Audir Blanc e dirigido pelo artista Jerry Espíndola, que trouxe a apresentação de 12 artistas mulheres campo-grandenses, em uma valorização da música feminina regional. “No cenário feminino, estamos muito bem representadas”.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário