ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 14º

Artes

Escultor vistoria Manoel de Barros, mas restauração não tem data para começar

Autor da obra afirma que pé levará um mês para ficar pronto e obra será toda restaurada

Por Thailla Torres e Bárbara Cavalcanti | 08/06/2021 14:21
Ique visitou obra no fim da manhã desta terça-feira. (Foto: Daniel Reino)
Ique visitou obra no fim da manhã desta terça-feira. (Foto: Daniel Reino)

Desde o dia 19 de abril, o monumento de bronze em homenagem a Manoel de Barros, na Avenida Afonso Pena, exibe a falta de sensatez: alvo de vandalismo, a estátua está sem um dos pés e óculos tortos. O amor pelo próprio trabalho motivou a vinda de Ique Woitschach, o autor, que vai refazer o pé e restaurar a estátua a pedido da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul.

Na manhã de hoje, Ique se reuniu com diretor da fundação, Gustavo Arruda Castelo, para definir sobre o que deve ser feito a partir dos danos detectados. Em seguida, artista e diretor foram até a estátua, por volta das 10h30, fazer uma vistoria.

Ao chegar no local, Ique se surpreendeu. “Acho que ela está melhor do que eu esperava. Esperava encontra-la mais machucada”.

Após análise na obra, Ique afirmou que a restauração vai além dos pés. “Tem muita coisa para fazer. Óculos dele está muito torto e ele recebeu muita marretada no rosto. Então vou ter que remodelar a peça, fundir novamente esse pedaço (o pé) e trazer pronto aqui para soldar”.

Quando Manoel de Barros ganhar o novo pé, o artista diz que vai aproveitar para restaurara estátua e “entrega-la” novamente à comunidade. “Vou entregar novamente ela como se tivesse sido inaugurada neste dia”, afirmou.

A restauração, segundo artista e diretor da fundação, ainda não tem data para iniciar. Mas Ique afirmou que o pé levará cerca de 1 mês para ficar pronto. “Após ficar pronto, deve levar umas 72 horas para deixarmos a obra novinha”, explicou.

Sobre a possibilidade de levar o monumento para outro lugar da cidade, o artista discorda. "Artisticamente e culturalmente defendo que a estátua é na Afonso Pena".

A obra pesa aproximadamente 400 quilos, a escultura em bronze foi montada em dezembro de 2017 como forma dos campo-grandenses homenagearem os 101 anos de nascimento do poeta. Antes mesmo de ser instalada, recebeu sua primeira restauração devido ao transporte inadequado da obra à época.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário