ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, DOMINGO  14    CAMPO GRANDE 24º
Não é poesia: estátua de Manoel de Barros "acordou" sem um dos pés

Artes

Não é poesia: estátua de Manoel de Barros "acordou" sem um dos pés

Entre ontem e hoje, estátua do poeta na avenida Afonso Pena foi violada e acabou perdendo um dos pés

Raul Delvizio | 19/04/2021 06:37
Estátua de Manoel de Barros "acordou" sem um dos pés na manhã desta segunda-feira (Foto: Direto das Ruas)
Estátua de Manoel de Barros "acordou" sem um dos pés na manhã desta segunda-feira (Foto: Direto das Ruas)

O monumento de bronze em homenagem ao poeta cuiabano mais sul-mato-grossense de todos – Manoel de Barros – "acordou" sem um dos pés na manhã desta segunda-feira (19). Isso até que poderia ser rascunho de mais uma de suas poesias, mas não é. Pelo menos, a estátua continua sentada.

O "pé" roubado é o da perna que Manoel cruza na pose esculturada pelo artista plástico Ique Woitschach. A imagem da violação foi enviada na noite de domingo (18) pelo Direto das Ruas, o WhatsApp do Campo Grande News em que o leitor consegue se comunicar com o jornalismo e enviar sugestões de pautas.

Por mais de três anos, Manoel de Barros ficou sentado naquele cantinho de sofá à sombra de uma árvore secular na Afonso Pena, no trecho de esquina entre as ruas Rui Barbosa e Pedro Celestino. Tanto em vida quanto em morte – representado pela estátua –, continuou adorando aquele cenário movimentado e ao mesmo tempo acolhedor do Centro. É o que seu sorriso ainda demonstra, no caso.

Pesando aproximadamente 400 quilos, a escultura em bronze foi montada em dezembro de 2017 como forma dos campo-grandenses homenagearem os 101 anos de nascimento do poeta. Antes mesmo de ser instalada, recebeu sua primeira revitalização devido ao transporte inadequado da obra à época. Agora, porém, se encontra sem um dos pés.

Independente disso, parece que Manoel "acordou" nesta segunda disposto a continuar "cumprimentando" as pessoas com seu sorriso cativante, mesmo que nem todo mundo retribua o gesto. Sem um dos pés, resta ao velho poeta permanecer sentado pensando na atitude mal intencionada do pé furtado. Que a infração não fique só na "poesia", espera-se.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias