ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, QUARTA  22    CAMPO GRANDE 24º

Comportamento

Após morte de jornalista, cão e gatos estão em busca de novos lares

Com amor enorme pelos animais, Luciana Crepaldi havia os resgatado das ruas

Aletheya Alves | 11/03/2023 07:45
Cão e gatos estão em busca de novas famílias com amor. (Foto: Arquivo pessoal)
Cão e gatos estão em busca de novas famílias com amor. (Foto: Arquivo pessoal)

Defensora dos direitos animais, a jornalista Luciana Crepaldi vivia com vários gatos e cães resgatados das ruas. Desde sua morte, no dia 28 de fevereiro, os pets ficaram sem lar e, agora, procuram por novas famílias.

Filha de Luciana, Lorena Crepaldi Leitão Dias conta que está levando seis animais para morar em São Paulo e outros também foram doados. Por isso, ainda restam oito companheiros da mãe.

Luciana era apaixonada pelos bichos e defendia a causa animal. (Foto: Reprodução/Facebook)
Luciana era apaixonada pelos bichos e defendia a causa animal. (Foto: Reprodução/Facebook)

Lorena conta que a mãe era uma grande defensora dos animais e sempre teve um amor gigante por eles. “Por conta desse amor, ela resgatou vários animais. Com a sua partida, estamos buscando um novo lar para eles”.

E, por saber do carinho que a mãe sempre teve, ela comenta que encontrar novos lares para cada um é um compromisso que tem com o que a mãe acreditava. “Decidi com a minha família ficar com boa parte dos bichinhos, mas não podemos levar todos”, explica.

Entre os gatos estão Romeo, Lili, Mia, Ebony, Bebê, Fuka e uma que havia sido resgatada há pouco tempo, ainda sem nome e a única não castrada. Além deles, há também Moleque, o único cão que não conseguiu lar. Veja abaixo.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News

Quem se interessar por algum dos pets pode entrar em contato com Lorena através do WhatsApp pelo (11) 98190-8670.

Jornalista, Luciana morreu no dia 28 de fevereiro, em Campo Grande, após complicações cardíacas. Ela havia se mudado para Mato Grosso do Sul em 2021 e, recentemente, estava se recuperando de dengue.

Conforme divulgado, desde o dia 24 ela não se sentia bem, chegou a passar por uma angioplastia para inserir stents, mas a partir do dia 27 teve infartos seguidos. Formada pela Unesp (Universidade Estadual de São Paulo), ela era natural de Presidente Prudente.

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Nos siga no Google Notícias