ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SÁBADO  13    CAMPO GRANDE 

Comportamento

Em noite dos namorados, quem ama há 30 anos dá receita de ouro

Casais estão juntos há décadas compartilham segredos de uma relação duradoura e igualmente feliz

Por Idaicy Solano | 13/06/2024 08:23
Joelma e Alberto se apaixonaram no baile de formatura dela, e desde então nunca mais se separaram (Foto: Alex Machado)
Joelma e Alberto se apaixonaram no baile de formatura dela, e desde então nunca mais se separaram (Foto: Alex Machado)

Para quem ama a mesma pessoa há mais de 30 anos, todo dia é Dia dos Namorados quando se mantém viva a paixão. Isso porque escolher a mesma pessoa todos os dias, é uma decisão fácil quando se trata da sua outra cara metade, mesmo com tantas décadas de casamento.

A história entre o casal Joelma Amaral Teodoro de Oliveira, 54, e Alfredo Roberto de Oliveira, 69, parece até enredo de novela. A família da professora e a do aposentado, eram amigas, então eles foram apresentados um ao outro dessa forma.

Joelma conta que a relação entre os dois começou em uma amizade, que naturalmente evoluiu para um romance. Hoje, eles têm 36 anos de casados, sem contar um ano e cinco meses de namoro. Juntos tiveram uma filha de 34 anos, que se casou este ano.

“Eu chamei ele pra ser meu padrinho de formatura. E aí no baile de formatura a gente começou a se gostar”, conta

Depois disso, os dois não desgrudaram mais, e se tornaram um só. Joelma e Alfredo são religiosos, então têm por base em seu casamento a religião e a fé, e contam que o segredo para se manterem sólidos por tantas décadas é continuar escolhendo e priorizando um ao outro, dia após dias.

“Somos eternos namorados. É [preciso] muita compreensão, respeito, paciência [para se manter um casamento de pé]. A gente sempre prioriza o outro”.

Casal finalizou entrevista com um beijo apaixonado (Foto: Alex Machado)
Casal finalizou entrevista com um beijo apaixonado (Foto: Alex Machado)
Casal está junto há mais de 30 anos, e afirma que a base para a estabilidade é a paciência e a confiança (Foto: Alex Machado)
Casal está junto há mais de 30 anos, e afirma que a base para a estabilidade é a paciência e a confiança (Foto: Alex Machado)

Paciência, cuidado, respeito, amizade e confiança são os pilares que sustentam o casamento da corretora Sônia Pedro, 62, e do representante comercial Carlos Pedro, 65. Eles estão casados há 43 anos, sem contar um ano e oito meses de namoro.

Eles se conheceram no Estado do Paraná, no início da vida adulta, e essa história Carlos relembra com muita alegria, pois tiveram um início de flerte engraçado. Sônia não queria saber dele, mas como um bom brasileiro não desiste nunca, Carlos conquistou o coração da amada vencendo pelo cansaço.

“Ela passava todo dia na frente do meu serviço e eu ficava chamando ela, e ela virava o olho. Ela não queria conversa”, conta Carlos. “Eu achava ele muito galinha, mas ele me conquistou pela insistência”, completa Sônia.

Eles sempre se encontravam nos finais de anos, Carnaval e nos bailinhos. E essa característica animada continua até os dias de hoje. Investir no amor de Sônia, e ceder às investidas de Carlos, rendeu ao casal bons frutos, e uma vida repleta de amor, felicidade e carinho. Apaixonados, os dois se consideram eternos namorados, pois para eles o “dia dos namorados é todo dia”.

“Estamos sempre juntos.Eu acho que a base é o respeito s individualidade de cada um, porque cada um tem um jeito”, diz Carlos. “A gente tem que ter muita paciência, escutar um ao outro”, completa Sônia.

Sônia e Carlos se conheceram nos bailes, e se viam frequentemente em festas juninas e outras festividades (Foto: Alex Machado)
Sônia e Carlos se conheceram nos bailes, e se viam frequentemente em festas juninas e outras festividades (Foto: Alex Machado)
Casal deu um beijo ao se declararem um para o outro (Foto: Alex Machado)
Casal deu um beijo ao se declararem um para o outro (Foto: Alex Machado)

A professora Adriane Mota e o servidor público Fábio Mota, 54, roubaram a cena dançando um forró bem juntinhos na Festa de Santo Antônio. Simpáticos e bem humorados, a alegria de São João combina perfeitamente com o casal, que iniciou o namoro pela internet.

Eles contam que se conheceram em um site online de jogos de bingo e poker. Na época, Adriane morava em Corumbá, e Fábio na Capital. Eles começaram a interagir a partir dos jogos, e namoraram por dois anos a distância, até ela vir do interior para conhecê-lo pessoalmente.

Foi nas dependências da Rodoviária de Campo Grande que o olha entre os dois se cruzou pela primeira vez, em 2011. Sincero, Fábio descreve que o clima ficou “quente”, assim que se viram. O primeiro beijo rolou lá mesmo, com todos olhando.

“A gente se viu [pela primeira vez], e pareceu que a gente já desconhecia. Aí, em três meses, a gente estava casado”, conta o casal, que precisou de muita paciência e cumplicidade para aguentar os dois longos anos de relacionamento à distância.

Fábio finaliza dizendo que o casal é muito animado, gosta de dançar, jogar, sair e “viver o São João”. “Apesar que foi um sufoco pra arrastar ela hoj,  pra vir aqui”, brinca o esposo.

Adriane e Fábio iniciaram o relacionamento pela internet, se encontraram na estação ferroviária e nunca mais se largaram (Foto: Alex Machado)
Adriane e Fábio iniciaram o relacionamento pela internet, se encontraram na estação ferroviária e nunca mais se largaram (Foto: Alex Machado)
Casal adorar jogar, dançar e é claro, uma boa festa junina (Foto: Alex Machado)
Casal adorar jogar, dançar e é claro, uma boa festa junina (Foto: Alex Machado)

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias